Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Imea aponta que a produção de soja no Mato Grosso deve reduzir 3,6% na safra de 2015/2016

A redução nos números está ligada à baixa produtividade, que diminuiu para 50,8 sacas por hectare


quarta-feira, 16/dezembro/2015
Imea aponta que a produção de soja no Mato Grosso deve reduzir 3,6% na safra de 2015/2016

Uma nova estimativa feita pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), aponta redução de 3,6% na produção de soja no Estado. De acordo com o instituto, a colheita deve ser de 28,03 milhões de toneladas na safra 2015/16. Em agosto, a estimativa projetava 29,07 milhões de toneladas.

A redução nos números está ligada à baixa produtividade, que diminuiu para 50,8 sacas por hectare devido às instabilidades climáticas. Por outro lado, a área plantada manteve-se estável, com 9,2 milhões de toneladas. De acordo com o Imea, o Mato Grosso caminha para semear a maior área de soja de sua história.

Apesar do aumento na área, o Imea descarta uma produção recorde para a safra 2015/16. O instituto diz que o desenvolvimento do clima neste novo ciclo, especialmente em janeiro e fevereiro, ser á decisivo para a consolidação dos números finais da oleaginosa no Estado.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
A caixa de pizza que você iria jogar fora pode salvar uma árvore

Receita do agronegócio deve crescer mais de 10% em 2018

Preço do tomate fica 100% mais caro em dezembro, diz pesquisa

IBGE prevê safra de grãos 9,2% menor em 2018


Evento de agronegócio inova com ações interativas e surpreende mais de 4.500 pessoas

Evento de agronegócio inova com ações interativas e surpreende mais de 4.500 pessoas


Radar meteorológico japonês é instalado no Paraná

Radar meteorológico japonês é instalado no Paraná


Fazenda paranaense é eleita a mais sustentável do Brasil

Fazenda paranaense é eleita a mais sustentável do Brasil


Plantio de mudas no Paço Municipal integra projeto acadêmico

Plantio de mudas no Paço Municipal integra projeto acadêmico