Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Paraná bate recorde de exportações para Argentina


quarta-feira, 06/setembro/2017
Paraná bate recorde de exportações para Argentina

A Argentina está comprando mais produtos do Paraná. De janeiro a julho, as exportações do Estado para o país vizinho bateram recorde para o período, com US$ 1,17 bilhão, 52% mais do que no mesmo intervalo do ano passado (US$ 769 milhões), de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Os embarques se concentraram em produtos industrializados, como automóveis, caminhões, máquinas, chassis e autopeças.

O país vizinho é o segundo maior destino dos produtos paranaenses, atrás apenas da China. “A diferença é que a pauta de exportações para os argentinos se concentra em produtos da indústria, de maior valor agregado, enquanto os chineses compram principalmente commodities, como soja”, diz Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes).

De janeiro a julho, a Argentina respondeu por 10,91% do total exportado pelo Paraná – no mesmo período do ano passado, essa participação foi de 8,31%. A China, por sua vez, é destino de 29,63% de tudo que é exportado pelo Paraná.

INDÚSTRIAS – Alguns produtos mais que dobraram as exportações para a Argentina em 2017. “De um lado, a Argentina, com a mudança na presidência do País, colocou fim a algumas barreiras e está mais aberta ao mercado internacional. De outro, a indústria paranaense está aproveitando essa brecha para compensar a retração do consumo no Brasil”, diz Suzuki Júnior.

As vendas de chassis e carrocerias para veículos automóveis aumentaram 173,2% nos primeiros sete meses, para US$ 17,5 milhões. As exportações de veículos de carga, principalmente caminhões, cresceram 125,2%, para US$ 159,9 milhões. As vendas de máquinas e aparelhos de terraplanagem e perfuração tiveram evolução de 139,1% e somaram US$ 27,3 milhões.

VEÍCULOS E TRATORES – Principal produto da pauta de exportações do Paraná para a Argentina, os automóveis também tiveram alta nas exportações. As vendas somaram US$ 442,7 milhões, 70,6% mais do que no mesmo período do ano passado. As exportações de carne suína in natura somaram US$ 16,7 milhões – 69% mais na mesma base de comparação. Outro destaque foram as vendas de tratores, com aumento de 23,3%, para US$ 54,72 milhões.

PRODUÇÃO – O aumento das exportações para a Argentina tem, inclusive, ajudado a impulsionar a produção industrial no Estado. O setor fechou o primeiro semestre com aumento de 2,5% na produção na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o terceiro maior crescimento da indústria de transformação do País, atrás de Santa Catarina (3,3%) e Amazonas (2,7%).

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
V Feira Regional da Agroindústria Familiar movimenta mais de R$ 180 mil em Guarapuava

IBGE estima queda de 8,9% na safra de grãos em 2018

Projeto do USF ensina a fazer geleias de morango e fisális

Rússia aumenta restrições à carne importada do Brasil


Em Guarapuava, comissão elege desenho para logomarca da APA Serra da Esperança

Em Guarapuava, comissão elege desenho para logomarca da APA Serra da Esperança


Testes de ONG mostram que 36% dos alimentos têm agrotóxicos acima do limite ou proibidos

Testes de ONG mostram que 36% dos alimentos têm agrotóxicos acima do limite ou proibidos


Governo do Paraná regulamenta manejo da bracatinga

Governo do Paraná regulamenta manejo da bracatinga


Saúde interdita comércio de moluscos de Santa Catarina

Saúde interdita comércio de moluscos de Santa Catarina