Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Saúde interdita comércio de moluscos de Santa Catarina


sexta-feira, 20/outubro/2017
Saúde interdita comércio de moluscos de Santa Catarina

Considerando o alerta emitido pelo estado de Santa Catarina na última quarta-feira (18) sobre a presença da toxina paralisante em moluscos, a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná interditou a venda dos produtos procedentes do litoral catarinense. Por meio de nota técnica emitida nesta sexta-feira (20), profissionais de saúde também foram orientados sobre possíveis quadros de intoxicação alimentar causados pelo consumo de ostras, mexilhões, vieiras e berbigões.

Os produtos interditados são os moluscos com origem de Santa Catarina a partir do dia 10 de outubro de 2017 das regiões de Zimbros e Canto Grande, em Bombinhas, e a partir de 18 de outubro de 2017 da Ilha João da Cunha, em Porto Belo, e dos costões de Santa Catarina. Quem adquiriu algum desses deve descartá-los imediatamente.

“Sabemos da mobilidade dos paranaenses à Santa Catarina e da prática do consumo desse tipo de alimento, portanto, além da interdição, também emitimos orientações aos profissionais de saúde do Estado, para que se atentem à possibilidade de intoxicação alimentar causada pelo contato com os moluscos contaminados”, explica o coordenador da Vigilância Sanitária Estadual, Paulo Costa Santana.

De acordo com Santana, quem consumiu o alimento pode apresentar sintomas como diarreia, náuseas, vômitos, dores abdominais, perda de sensibilidade nas extremidades do corpo ou paralisia generalizada (casos graves). Neste caso, é necessário procurar o serviço de saúde e informar que teve contato com os produtos.

Ao atenderem pacientes com esses sinais, a orientação para os profissionais de saúde é de notificar imediatamente o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Paraná (CIEVS/PR). A notificação deve ser feito pelo telefone de plantão (41) 9 9117 3500.

A nota pode ser acessada aqui.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Produção de morangos movimenta mais de R$ 800 mil por ano em Guarapuava

Avião agrícola faz rasante sobre carro e ‘rasga’ lataria

Safra de milho no Paraná deve ter queda de 11% de área plantada

IAP regulamenta licenciamento ambiental de bovinocultura


No Show Rural, Iapar destaca fruticultura como opção de renda

No Show Rural, Iapar destaca fruticultura como opção de renda


Perdas nas safras de milho e feijão reduzem expectativa de colheita de grãos no Paraná

Perdas nas safras de milho e feijão reduzem expectativa de colheita de grãos no Paraná


Safra argentina terá redução drástica

Safra argentina terá redução drástica


A caixa de pizza que você iria jogar fora pode salvar uma árvore

A caixa de pizza que você iria jogar fora pode salvar uma árvore