Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Pet shop vai indenizar dona de cachorro morto durante sessão de banho e tosa

Preso pela guia de contenção, animal morreu enforcado ao pular da mesa em que estava quando funcionária se virou para pegar uma toalha


quarta-feira, 03/maio/2017
Pet shop vai indenizar dona de cachorro morto durante sessão de banho e tosa

Um pet shop do interior de Santa Catarina deverá indenizar em R$ 4 mil a dona de um cachorro morto durante sessão de banho e tosa no local. A decisão, da 5ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça do estado (TJ-SC), foi unânime.

Segundo relatado nos autos, o animal teve morte por enforcamento ao pular da mesa em que foi colocado após o banho, onde ficava preso pela guia amarrada ao pescoço. O bicho frequentava a clínica mensalmente para procedimentos de higienização. A autora da ação alegou que sofreu forte abalo psicológico devido à perda do cão, com quem convivia há cerca de oito anos, e juntou ao processo fotografias para comprovar a relação de afeto.

Em sua defesa, a empresa alegou que os cuidados habitualmente tomados durante o processo de banho e tosa foram seguidos. O animal, preso pela guia de contenção para se manter o mais imobilizado possível, estava muito agitado no dia e que pulou exatamente quando a funcionária se virou para pegar uma toalha. O pet shop também afirmou que a idade avançada, a má nutrição do animal e a ausência de aplicação de vermífugos podem ter sido agravantes para o incidente, mas estes argumentos não foram acolhidos pelo TJ, pois não foram anexadas provas.

A empresa chegou a insinuar que as fotos trazidas pela mulher ao processo teriam sido registradas após a morte do cachorro. O relator do caso, desembargador Jairo Fernandes Gonçalves, disse que “tal afirmação mostra-se absurda, uma vez que as imagens retratadas nas referidas fotografias mostram o cão envolvido em atividades absolutamente incompatíveis com um animal morto”.

Ainda que todas as testemunhas tenham confirmado que a clínica prestou socorro imediato ao cachorro logo após o acidente, o pet shop foi condenado a pagar danos morais à dona do bicho, uma vez que ficou comprovado que havia um forte vínculo afetivo entre ela e o animal de estimação.

 

Via Gazeta do Povo


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Golfinho morre com tira de chinelo presa ao focinho no litoral de São Paulo

Mercado da cannabis nos EUA passa a atuar no tratamento de pets

Pesquisa revela o mistério da presa do narval, o ‘unicórnio do mar’

Cão ‘funcionário do mês’ de posto de combustíveis é ferido com tesoura por morador de rua em Jaú


Cão de Kid Vinil emociona em velório

Cão de Kid Vinil emociona em velório


Pet shop é interditado por maus tratos e irregularidades em Camboriú

Pet shop é interditado por maus tratos e irregularidades em Camboriú


Mini pig, o porquinho de estimação, já está à venda em Curitiba

Mini pig, o porquinho de estimação, já está à venda em Curitiba


Macaco obeso é levado para check-up pelas autoridades tailandesas

Macaco obeso é levado para check-up pelas autoridades tailandesas



CFW Agência de Internet