Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Autor de anúncio que ‘vendia negros’ é autuado sob suspeita de racismo.


quinta-feira, 16/janeiro/2014
Autor de anúncio que ‘vendia negros’ é autuado sob suspeita de racismo.

Um adolescente de 16 anos foi autuado na DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática) sob suspeita de racismo. Ele publicou um “anúncio” no site de compras Mercado Livre em que oferecia negros por R$ 1 “com diversas utilidades”.

A falsa proposta de venda foi veiculada na internet e causou indignação nas redes sociais no dia 5 de janeiro. O anúncio foi retirado do ar no dia seguinte.

O menor, cujo nome não foi divulgado, admitiu ter feito a publicação e se apresentou à Polícia Civil do Rio acompanhado da mãe.
De acordo com o delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), Gilson Perdigão, o jovem foi autuado por fato análogo ao artigo 20 da Lei 7.716 (praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional).

Se fosse maior de idade, o autor da postagem corria o risco de ser condenado de dois a cinco anos de prisão. O procedimento será encaminhado à Vara da Infância e da Juventude. Em caso de condenação, ele deverá ter a pena convertida em trabalho voluntário.

Na investigação, o site Mercado Livre foi instado pela Seppir (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) à repassar aos policiais os dados cadastrais do responsável pelo anúncio, o que foi feito.

As informações foram encaminhadas também ao Ministério Público do Rio de Janeiro. Na oportunidade, o ouvidor da Seppir, Carlos Alberto Silva Júnior, afirmou que “é inaceitável a tentativa de desumanização da população negra, enquadrando seus indivíduos como mercadoria e remetendo os mesmos de volta à escravidão.”
Folha


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Lula irá a Porto Alegre nesta terça-feira, diz Gleisi Hoffmann

Sisu 2018 vai abrir inscrições à 0h desta terça, diz MEC

Decreto autoriza Nubank a virar banco

PF diz que uso de algemas nos pés e nas mãos de Cabral foi para garantir a segurança do próprio preso, dos policiais e de terceiros


Operadoras bloquearam 1,6 milhão de celulares em 2017, número recorde

Operadoras bloquearam 1,6 milhão de celulares em 2017, número recorde


Olivia Lua, atriz pornô de 23 anos, morre em clínica de reabilitação nos EUA

Olivia Lua, atriz pornô de 23 anos, morre em clínica de reabilitação nos EUA


5 bilionários brasileiros concentram mesma riqueza que metade mais pobre no país, diz estudo

5 bilionários brasileiros concentram mesma riqueza que metade mais pobre no país, diz estudo


Concursos: pelo menos 16 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher 2,4 mil vagas

Concursos: pelo menos 16 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher 2,4 mil vagas