Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Brasil e México firmam acordo mútuo para proteger cachaça e tequila

Acordo foi assinado na segunda em visita do ministro José Serra ao México.


quarta-feira, 27/julho/2016
Brasil e México firmam acordo mútuo para proteger cachaça e tequila

O Brasil assinou um acordo com o México para reconhecer a cachaça e a tequila como produtos distintos dos dois países, respectivamente. O acordo foi assinado na segunda-feira (25) durante a visita do ministro das Relações Exteriores, José Serra, ao México.

Segundo o Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), o México é o terceiro país a reconhecer a cachaça como um destilado exclusivo do Brasil. Antes, apenas, Estados Unidos e a Colômbia reconheciam a bebida como genuinamente brasileira.

Já a Tequila é protegida como bebida mexicana em mais de 46 países, incluindo a União Européia, segundo a entidade.

As tratativas entre os dois países estavam em andamento há alguns anos, mas a partir de junho de 2014 o processo recebeu atenção do governo, a partir da renovação de um convênio firmado entre o Ibrac e o Conselho Regulador de Tequila (Crt).

Segundo o Ibrac, as exportações de cachaça não passam de 1% do volume produzido. Em nota, o presidente do conselho deliberativo da entidade, Cristiano Lamêgo, diz esperar que as empresas aumentem seus investimentos no mercado mexicano e isso represente “um bom aumento” nas vendas de cachaça ao exterior.

Segundo Lâmego, o acordo também deve impedir o uso da denominação “cachaça” por produtores de outros países.

Em 2015, o México exportou mais de 180 milhões de litros para mais de 120 países, enquanto o Brasil exportou pouco mais de 7 milhões de litros do destilado para 61 países. Deste total, apenas 0,54% do total exportado foi para o México, de acordo com o Ibrac.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morre aos 46 anos

Jovem morta por ‘inveja’ fez post xingando suspeita: ‘Despeitada’

Após três anos de queda, venda de ônibus e caminhões tem alta de 5%

Mega-Sena, três apostas dividem R$ 12 milhões


Preços da gasolina e do diesel sobem hoje nas refinarias

Preços da gasolina e do diesel sobem hoje nas refinarias


“Como estava solteiro, esse dinheiro de auxílio moradia usava pra comer gente.”, diz Bolsonaro

“Como estava solteiro, esse dinheiro de auxílio moradia usava pra comer gente.”, diz Bolsonaro


S&P rebaixa nota de crédito do Brasil

S&P rebaixa nota de crédito do Brasil


Suzane Richthofen tem parecer favorável para cumprir resto da pena em liberdade

Suzane Richthofen tem parecer favorável para cumprir resto da pena em liberdade