Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Cavalo morre um mês após ser leiloado por quase R$ 7 milhões

Equador Santa Edwiges tinha 11 anos de idade e era criado em São Lourenço do Sul. propriedade do animal era dividida por 21 investidores.


quinta-feira, 22/junho/2017
Cavalo morre um mês após ser leiloado por quase R$ 7 milhões

Um cavalo avaliado em quase R$ 7 milhões morreu um mês após ser leiloado no Rio Grande do Sul. O garanhão “Equador de Santa Edwiges” apresentou um quadro de desconforto abdominal, foi atendido no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Pelotas, mas não resistiu às complicações.

O valor pago pelo cavalo foi obtido por meio da comercialização de 21 cotas de investidores em leilão realizado no dia 19 de maio, em São Lourenço do Sul. O valor obtido por Equador Santa Edwiges foi de R$ 6,97 milhões.

O animal é reprodutor de diversos cavalos vencedores de premiações relacionadas a competições de equinos.

Atualmente, Equador era criado pela Cabanha Santa Edwiges, em São Lourenço do Sul, que preferiu não se pronunciar sobre a morte do animal até que seja concluído o trabalho de necropsia.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Israel descobre parte oculta do Muro das Lamentações

Após cobrança por bagagem, preço das passagens aéreas sobe no país

Grupo Pão de Açúcar deve converter mais 9 lojas Extra em Assaí

Restituição do Imposto de Renda dá R$ 2,8 bi a 2,3 milhões de contribuintes


Apostador do ES fatura prêmio de R$ 5,8 milhões na Mega-Sena

Apostador do ES fatura prêmio de R$ 5,8 milhões na Mega-Sena


Horário de verão 2017 começa hoje a meia-noite

Horário de verão 2017 começa hoje a meia-noite


Quatro anos após os primeiros leilões feito pelo governo Dilma, só 17% das estradas foram duplicadas

Quatro anos após os primeiros leilões feito pelo governo Dilma, só 17% das estradas foram duplicadas


STF decide que parlamentar não pode ser afastado sem aval do Congresso

STF decide que parlamentar não pode ser afastado sem aval do Congresso