Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Cavalo morre um mês após ser leiloado por quase R$ 7 milhões

Equador Santa Edwiges tinha 11 anos de idade e era criado em São Lourenço do Sul. propriedade do animal era dividida por 21 investidores.


quinta-feira, 22/junho/2017
Cavalo morre um mês após ser leiloado por quase R$ 7 milhões

Um cavalo avaliado em quase R$ 7 milhões morreu um mês após ser leiloado no Rio Grande do Sul. O garanhão “Equador de Santa Edwiges” apresentou um quadro de desconforto abdominal, foi atendido no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Pelotas, mas não resistiu às complicações.

O valor pago pelo cavalo foi obtido por meio da comercialização de 21 cotas de investidores em leilão realizado no dia 19 de maio, em São Lourenço do Sul. O valor obtido por Equador Santa Edwiges foi de R$ 6,97 milhões.

O animal é reprodutor de diversos cavalos vencedores de premiações relacionadas a competições de equinos.

Atualmente, Equador era criado pela Cabanha Santa Edwiges, em São Lourenço do Sul, que preferiu não se pronunciar sobre a morte do animal até que seja concluído o trabalho de necropsia.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Caixa prorroga prazo para concluir financiamento de imóveis usados aprovados antes de reduzir limite

Morre em São Paulo o estilista Ocimar Versolato

Facebook diz ‘esperar tomar medidas’ contra perfis falsos no Brasil antes das eleições de 2018

Carro cai no mar e motorista desaparece em São Sebastião


Denatran torna mais rigorosa a inspeção de veículos

Denatran torna mais rigorosa a inspeção de veículos


Marco Aurélio Mello determina quebra de sigilos bancário e fiscal de Aécio Neves

Marco Aurélio Mello determina quebra de sigilos bancário e fiscal de Aécio Neves


Quer mudar para Santa Catarina? Estado tem 765 vagas abertas em concursos

Quer mudar para Santa Catarina? Estado tem 765 vagas abertas em concursos


Alexandre de Moraes vota a favor de imunidade a deputados estaduais

Alexandre de Moraes vota a favor de imunidade a deputados estaduais