Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Com dólar disparado, soja cai em Chicago e sobe no Brasil


sexta-feira, 13/março/2015
Com dólar disparado, soja cai em Chicago e sobe no Brasil

As cotações da soja — principal commodity agrícola do planeta — seguem direções opostas no Brasil e no exterior. Com o dólar aproximando-se de R$ 3,30, a saca da soja passa de R$ 70 por saca nos portos de Paranaguá (PR), Santos (SP) e Rio Grande (RS) e rompe a barreira de R$ 60 em municípios agrícolas como Cascavel (PR), Londrina (PR),  Guarapuava (PR), Jataí (GO) e na maior parte das praças de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Sexta-feira passada já tinha sido um dia de baixa na Bolsa de Chicago. Com o tombo, a soja fechou em US$ 9,79 por bushel. Nesta sexta-feira 13, com queda de 14 pontos (cents), o bushel recuou ainda mais, para US$ 9,72 nesta tarde. O mercado norte-americana tenta chamar clientes reduzindo a cotação, o que potencialmente interfere em todo o mercado global.

Com o dólar disparado, no entanto, o preço da commodity em real sobe, beneficiando o produtor brasileiro. A moeda norte americana acumula valorização de 10% neste mês.

Apesar de ainda estar 5% abaixo do valor oferecido ao produtor um ano atrás, o preço da soja a R$ 60/sc representa reajuste de 7% em relação à média de fevereiro — e aumento de 13% sobre o valor que era praticado às vésperas do plantio, em setembro do ano passado, no Paraná.

Gazeta do Povo


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor

Operação Deriva 2 apreende aeronaves agrícolas em Londrina

Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas

Anthony Garotinho e Rosinha Matheus são presos


Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões nesta quarta

Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões nesta quarta


Operários acham suástica gigante na Alemanha

Operários acham suástica gigante na Alemanha


Unicamp aprova cotas étnico-raciais no vestibular 2019

Unicamp aprova cotas étnico-raciais no vestibular 2019


TRF4 nega recurso a Dirceu em decisão condenatória de processo da Lava Jato

TRF4 nega recurso a Dirceu em decisão condenatória de processo da Lava Jato