Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Dólar retoma trajetória de alta nesta quinta-feira e chega a R$ 3,15


quinta-feira, 12/março/2015
Dólar retoma trajetória de alta nesta quinta-feira e chega a R$ 3,15

Depois de passar a manhã em baixa, o dólar mudou de direção e retomou a trajetória de valorização no início da tarde desta quinta-feira (12).

Por volta das 14h54, a moeda norte-americana operava em alta de 0,84%, cotada a R$ 3,1542. Veja cotação.

O mercado continua pressionado pelo quadro de apreensão com a situação política e econômica do Brasil. Também pesam as incertezas sobre a continuidade do programa de interferência no Banco Central no câmbio.

De maneira geral, o dólar está no meio de um processo de mudança de patamar, em uma trajetória de alta firme. Dá para imaginar um alívio pontual, não uma recuperação consistente”, explicou à Reuters o economista-chefe da INVX Global Asset Management, Eduardo Velho.
A alta do dólar diante do real contrasta com os mercados externos, em que a moeda norte-americana perde força em meio a expectativas menores de que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, comece a elevar os juros do país já em junho.

Há expectativa de que a manutenção de juros mais baixos nos EUA sustente a atratividade de papéis de outros países. Essa perspectiva ganhou mais força nesta manhã após dados fracos sobre as vendas no varejo norte-americano.

Mas investidores continuavam apreensivos no mercado brasileiro, em meio a temores de que a resistência política à presidente Dilma Rousseff dificulte ainda mais o ajuste fiscal.

Dúvidas sobre o futuro do programa de intervenções diárias do Banco Central no câmbio, marcado para durar até pelo menos o fim deste mês, também sustentavam as preocupações. “A ‘rainha volatilidade’ continua reinando”, afirmou o operador da corretora Correparti Jefferson Luiz Rugik.

Interferência do Banco Central
Na véspera, a incerteza sobre a atuação do BC ganhou mais corpo após o Tesouro aceitar, em leilão de troca de Notas do Tesouro Nacional – Série B (NTN-Bs, títulos corrigidos pela inflação oficial), ofertas de Notas do Tesouro Nacional – Série A3 (papéis indexados à variação cambial), segundo a Reuters.

A operação ajudou a elevar o dólar na sessão passada, uma vez que os investidores que detinham esses papéis foram ao mercado para cobrir sua exposição. Além disso, o leilão deu força à percepção de que o governo entende que o dólar ainda deve subir mais.

“Se o governo achar que o dólar pode subir mais, é melhor pagar a variação cambial de agora do que a que pode vir”, explicou à Reuters o operador de papéis de uma corretora nacional. Essa percepção, por sua vez, reforçou as expectativas de que o BC pode não estender seu programa de intervenções diárias.

“Antes, você tinha o BC segurando o câmbio aos trancos e barrancos. Agora, indicou que vai deixar o dólar ir aonde for necessário pra equilibar a economia”, acrescentou.

O BC vendeu a oferta total de swaps cambiais pelo leilão diário desta manhã, colocando o equivalente a US$ 98 milhões no mercado. Foram vendidos 1.400 contratos para 1º de dezembro de 2015 e 600 para 1º de março de 2016.

O BC também vendeu a oferta integral no leilão de rolagem dos swaps que vencem em 1º de abril. Até agora, foram rolados cerca de 32% do lote total, que corresponde a US$ 9,964 bilhões.

No ano, a moeda acumula alta de 17,64% e no mês, de 9,52%.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Para prender Lula ‘vai ter que matar gente’, diz Gleisi a site

Após chuva intensa, bombeiros atenderam pelo menos 15 ocorrências envolvendo jacarés em Florianópolis

Saiu o edital do Superior Tribunal de Justiça; vagas de nível médio e superior

Acidente envolvendo ônibus escolar deixa dezenas de feridos na Alemanha


Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morre aos 46 anos

Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morre aos 46 anos


Jovem morta por ‘inveja’ fez post xingando suspeita: ‘Despeitada’

Jovem morta por ‘inveja’ fez post xingando suspeita: ‘Despeitada’


Após três anos de queda, venda de ônibus e caminhões tem alta de 5%

Após três anos de queda, venda de ônibus e caminhões tem alta de 5%


Mega-Sena, três apostas dividem R$ 12 milhões

Mega-Sena, três apostas dividem R$ 12 milhões