Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Dono da Havan ameaça levar loja que será instalada em Joaçaba para outra cidade

A imposição da administração para que a obra tenha 70 banheiros é um dos entraves na construção, segundo o proprietário da Havan.


terça-feira, 12/setembro/2017
Dono da Havan ameaça levar loja que será instalada em Joaçaba para outra cidade

“Conseguimos fazer mais do que a burocracia do Poder Público. Lamentavelmente colaboradores da prefeitura, usando da sua função, sentam em cima dos processos como se deles fossem donos e liberam quando querem”. Essa é a primeira afirmação dita por Luciano Hang, dono da Havan ao comentar a notificação dada pelo Setor de Obras e Posturas da prefeitura, porque não foi apresentado o Alvará de Construção.

O local foi visitado na última sexta-feira (8) por representantes da administração, que entregaram ao gerente da obra a Notificação de Embargo, inclusive solicitando que a construção seja paralisada, até que o documento seja apresentado no órgão competente.

“Estamos muito tristes porque nosso desejo era entregar essa obra nos próximos meses para toda a população de Joaçaba e da região. Acho que a sociedade tem que se revoltar com esses absurdos e burocracias, porque todos os dias a gente fala da burocracia, mas nós aceitamos que os burocratas façam da nossa vida um verdadeiro inferno”, argumento Luciano.

A imposição da administração para que a obra tenha 70 banheiros é um dos entraves na construção, segundo o proprietário da Havan. Quanto a isto, ele afirmou que “nós temos hoje 100 lojas espalhadas pelo Brasil, e quem sabe quantos banheiros serão necessários é o lojista, ou seja, nós. Isso é um absurdo através da metragem por metro quadrado, definir o número de banheiros. Quer dizer, isso nada mais é do que pessoas que não tem o que fazer na vida e ficam o dia inteiro pensando em fazer algo para prejudicar a vida dos outros. Coisas dessa natureza nunca nos foram pedido em nenhum outro lugar do mundo”.

Concluindo, Luciano Hang deixa claro que se essa situação perdurar por muito tempo, a construção da Havan em Joaçaba poderá não ser concluída dentro do prazo estipulado no início da obra, ou seja, no início do mês de dezembro deste ano.

“Se a situação continuar vou parar a obra e tirar as equipes daí e continuar obras em outras cidades do país. Deverei passar a inauguração da obra de Joaçaba para o final do ano que vem, ou seja, 2018. E se continuarem a encher a minha paciência, é dois toques para que eu tire a obra. Afinal de contas, existem várias cidades no Brasil e inclusive vizinhas a Joaçaba que querem a Havan. E se for o caso, nós iremos para outro lugar. Queremos trazer o bem para a sociedade e a alegria para a cidade. Não estamos fazendo o mal para ninguém. Estamos fazendo sim o mal para esse burocrata que tem na prefeitura”, finalizou Hang.

(Por Julnei Bruno/Rádio Catarinense)


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Ator é detido no Rock in Rio por porte de drogas

Petrobras eleva em 6,9% preço do gás de cozinha, 2ª alta do mês

Venda do iPhone 8 no Paraguai inicia amanhã

Horário de verão será mantido em 2017, anuncia governo


Político gera revolta ao postar foto indiscreta de mulher no Rock in Rio

Político gera revolta ao postar foto indiscreta de mulher no Rock in Rio


Preço da gasolina sobe pela 6ª semana seguida e atinge maior valor no ano, diz ANP

Preço da gasolina sobe pela 6ª semana seguida e atinge maior valor no ano, diz ANP


Polícia apreende carro de R$ 1,8 milhão com suspeitos de envolvimento com a moeda falsa

Polícia apreende carro de R$ 1,8 milhão com suspeitos de envolvimento com a moeda falsa


Ex médico se veste de mulher e atenta a própria vida

Ex médico se veste de mulher e atenta a própria vida



CFW Agência de Internet