Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Dupla é morta após atropelar grupo em baile funk com carro roubado


sexta-feira, 02/janeiro/2015
Dupla é morta após atropelar grupo em baile funk com carro roubado

Um jovem e um adolescente foram mortos em um baile funk na Zona Leste de São Paulo na madrugada desta sexta-feira (2). Eles dirigiam um Ford Fusion roubado e teriam atropelado alguns participantes do pancadão que acontecia em uma rua de Cidade Tiradentes. Eles foram baleados, e o carro, incendiado. Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos no atropelamento.

Segundo o delegado do 54º Distrito Policial, em Cidade Tiradentes, Anderson Honorato dos Santos, o roubo de carros e motos de luxo tem sido comum por jovens que querem “ostentar” nos pancadões.  Há registro de outros três incidentes envolvendo carros e motos de luxo em bailes funk desde outubro.

“Eles praticam roubo nas áreas vizinhas e vêm passear na periferia. Depois geralmente abandonam o carro. Alguns inteiros, sem levar nada”, diz.

O caso ocorreu na Rua Cachoeira do Campo Grande. O relato do atropelamento foi feito por testemunhas que colaboraram informalmente com os policiais que atenderam a ocorrência.

O Fusion queimado foi levado por um guincho para um estacionamento no 54º DP. Segundo o delegado Anderson dos Santos, o veículo deve ter sido queimado para eliminar provas e dificultar as investigações.

Os mortos foram um menor de 16 anos e Davi William Silva Bevilacqua, de 18 anos. Um terceiro jovem que estava no Fusion foi ferido e levado ao Hospital Municipal Cidade Tiradentes.

A polícia descobriu também que um homem em um outro carro roubado foi responsável por levar o jovem ao hospital. Testemunhas relataram a placa para a polícia, que investigou e descobriu que o veículo é um clone (quando a placa é copiada de um veículo semelhante).

O delegado Anderson dos Santos diz ser difícil avançar em investigações de casos como o desta madrugada, já que não havia câmeras de segurança na via e os participantes do baile não têm interesse em se apresentar à polícia para testemunhar.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor

Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas

Anthony Garotinho e Rosinha Matheus são presos

Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões nesta quarta


Operários acham suástica gigante na Alemanha

Operários acham suástica gigante na Alemanha


Unicamp aprova cotas étnico-raciais no vestibular 2019

Unicamp aprova cotas étnico-raciais no vestibular 2019


TRF4 nega recurso a Dirceu em decisão condenatória de processo da Lava Jato

TRF4 nega recurso a Dirceu em decisão condenatória de processo da Lava Jato


Mulher morta a tiros pelo marido fez BO por agressão uma semana antes do crime

Mulher morta a tiros pelo marido fez BO por agressão uma semana antes do crime