Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Fontes do México dão informações contraditórias sobre a morte de catarinense


terça-feira, 13/janeiro/2015
Fontes do México dão informações contraditórias sobre a morte de catarinense

Mais de 25 telefonemas para o México e pelo menos cinco contatos pelas redes sociais com imprensa e órgãos do país ao longo de oito horas de apuração jornalística mostraram que, caso abra investigação, a polícia mexicana terá um trabalho árduo para descobrir as circunstâncias da morte de Dealberto Jorge da Silva Júnior. Ao todo, a reportagem confrontou versões e informações de pelo menos dez fontes da região de Playa del Carmen.

A primeira dúvida era em relação ao local da morte. Na noite deste domingo, oItamaraty chegou a afirmar que o corpo foi encontrado no quarto de um resort. Mas o contato com o Dreams Riviera Cancun Resort & Spa, onde os jovens se hospedaram em parte da viagem, comprovou que a morte não ocorreu na hospedagem.

Ainda pela manhã no Brasil nesta segunda-feira (madrugada no México), dois sites locais diziam que a queda do terceiro andar teria ocorrido próximo ao hotel La Reina Roja, mas tanto a polícia turística (que teria sido a primeira a atender a ocorrência), quanto a judiciária não repassaram informações. No próprio hotel, a informação era de que os jovens foram hóspedes, mas não se sabia deles desde a noite da morte.

 

Ambas as polícias indicaram como contato o Ministério Público – que apesar do nome, tem função diferente do que o órgão brasileiro. O órgão informou que o corpo do brasileiro estava lá e que estava autorizado a repassar informações somente para a família ou caso a requisição fosse feita pessoalmente.

O atendente informou ainda que apenas a Procuradoria Geral de Justiça de Quintana Roo poderia atender a imprensa e repassar informações sobre a causa da morte, mas o departamento de comunicação não atendeu a nenhuma das pelo menos cinco ligações feitas durante a tarde desta segunda-feira.

A Prefeitura de Playa del Carmen informou que outros jornais publicaram informações — ainda mais desencontradas – sobre a morte de Dealberto em suas versões online, ainda que nenhum dos quatro principais da cidade tenha noticiado o ocorrido na versão impressa. Até o fim do dia desta segunda-feira,praticamente todos os veículos  informavam a morte de Fernando Silva, resultado de uma confusão com os passaportes — Dealberto levava o documento do irmão.

ZH


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Israel descobre parte oculta do Muro das Lamentações

Após cobrança por bagagem, preço das passagens aéreas sobe no país

Grupo Pão de Açúcar deve converter mais 9 lojas Extra em Assaí

Restituição do Imposto de Renda dá R$ 2,8 bi a 2,3 milhões de contribuintes


Apostador do ES fatura prêmio de R$ 5,8 milhões na Mega-Sena

Apostador do ES fatura prêmio de R$ 5,8 milhões na Mega-Sena


Horário de verão 2017 começa hoje a meia-noite

Horário de verão 2017 começa hoje a meia-noite


Quatro anos após os primeiros leilões feito pelo governo Dilma, só 17% das estradas foram duplicadas

Quatro anos após os primeiros leilões feito pelo governo Dilma, só 17% das estradas foram duplicadas


STF decide que parlamentar não pode ser afastado sem aval do Congresso

STF decide que parlamentar não pode ser afastado sem aval do Congresso