Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Fontes do México dão informações contraditórias sobre a morte de catarinense


terça-feira, 13/janeiro/2015
Fontes do México dão informações contraditórias sobre a morte de catarinense

Mais de 25 telefonemas para o México e pelo menos cinco contatos pelas redes sociais com imprensa e órgãos do país ao longo de oito horas de apuração jornalística mostraram que, caso abra investigação, a polícia mexicana terá um trabalho árduo para descobrir as circunstâncias da morte de Dealberto Jorge da Silva Júnior. Ao todo, a reportagem confrontou versões e informações de pelo menos dez fontes da região de Playa del Carmen.

A primeira dúvida era em relação ao local da morte. Na noite deste domingo, oItamaraty chegou a afirmar que o corpo foi encontrado no quarto de um resort. Mas o contato com o Dreams Riviera Cancun Resort & Spa, onde os jovens se hospedaram em parte da viagem, comprovou que a morte não ocorreu na hospedagem.

Ainda pela manhã no Brasil nesta segunda-feira (madrugada no México), dois sites locais diziam que a queda do terceiro andar teria ocorrido próximo ao hotel La Reina Roja, mas tanto a polícia turística (que teria sido a primeira a atender a ocorrência), quanto a judiciária não repassaram informações. No próprio hotel, a informação era de que os jovens foram hóspedes, mas não se sabia deles desde a noite da morte.

 

Ambas as polícias indicaram como contato o Ministério Público – que apesar do nome, tem função diferente do que o órgão brasileiro. O órgão informou que o corpo do brasileiro estava lá e que estava autorizado a repassar informações somente para a família ou caso a requisição fosse feita pessoalmente.

O atendente informou ainda que apenas a Procuradoria Geral de Justiça de Quintana Roo poderia atender a imprensa e repassar informações sobre a causa da morte, mas o departamento de comunicação não atendeu a nenhuma das pelo menos cinco ligações feitas durante a tarde desta segunda-feira.

A Prefeitura de Playa del Carmen informou que outros jornais publicaram informações — ainda mais desencontradas – sobre a morte de Dealberto em suas versões online, ainda que nenhum dos quatro principais da cidade tenha noticiado o ocorrido na versão impressa. Até o fim do dia desta segunda-feira,praticamente todos os veículos  informavam a morte de Fernando Silva, resultado de uma confusão com os passaportes — Dealberto levava o documento do irmão.

ZH


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 37 milhões

Prazo de adesão ao novo Refis deve ficar para fim de outubro, diz Meirelles

Mega-Sena pode pagar R$ 32 milhões nesta quarta

Filho de ministro do TCU é alvo da 45ª fase da Lava Jato


Peão é atingido por chifre de touro e desmaia na arena em Barretos

Peão é atingido por chifre de touro e desmaia na arena em Barretos


Bolsonaro critica professora agredida em SC: “Não representa”

Bolsonaro critica professora agredida em SC: “Não representa”


Vencedora do Miss Brasil sofre racismo na internet: ‘Cara de empregada’

Vencedora do Miss Brasil sofre racismo na internet: ‘Cara de empregada’


Eclipse escurece o sol nos EUA e em outras partes do mundo

Eclipse escurece o sol nos EUA e em outras partes do mundo



CFW Agência de Internet