Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Garota de programa anã vira febre na internet


sexta-feira, 04/dezembro/2015
Garota de programa anã vira febre na internet

Virar garota de programa para pagar a faculdade não é nenhuma novidade, assim como expor a sua vida no mundo do sexo publicamente está longe de ser algo inédito. Mas Dafne não é uma garota qualquer. Ela é anã (possui 1,30 metro) e começou a chamar a atenção na internet contando um pouco de suas inusitadas experiências.

Em seu canal no Youtube, alguns vídeos já passaram das 260 mil visualizações. Além disso, a estudante de Direito também possui páginas em redes sociais como o Facebook, o Twitter e o Instagram e mantém um blog atualizado para divulgar seu trabalho como profissional do sexo.

Dafne entrou no mundo da prostituição pela necessidade, já que não tinha como pagar a faculdade. “Comecei a fazer programa pra me sustentar”, conta a mulher, que hoje é um sucesso no YouTube com vídeos em que comenta tabus sexuais e conta suas próprias experiêcias. Tudo, é claro, de forma explícita e sem pudor.

O sucesso no mundo virtual

Dafne conta que a ideia de fazer vídeos surgiu como uma forma de aumentar a clientela. “Comecei a fazer programas há mais ou menos um ano e criei o canal há pouco mais de um mês para poder atender mais clientes”.

No entanto, ela acabou chamando atenção de muita gente e virou um sucesso, inclusive com participações em programas de TV. Ainda assim, não pensa em continuar produzindo vídeos por muito tempo, já que seu sustento ainda vem das rendas obtidas com os programas e a remuneração que o YouTube paga para produtores de vídeos não é o suficiente. “É uma fase. Não ganhei nem nove dólares (com o YouTube). Se desse bastante dinheiro eu continuaria”, lamenta.

Até o momento já foram 21 vídeo publicados em seu canal, a maioria dele contado experiências vividas como garota de programa. Os mais vistos, inclusive, são aqueles em que Dafne fala abertamente sobre como algunsprogramas aconteceram.

Mas tamanha exposição também a tornou alvo de críticas. Por isso, saber lidar com os comentários negativos faz parte do jogo. “Eles me criticam na internet, mas na minha frente ninguém vem falar nada” diz a estudante, craque em mandar “beijinho no ombro” aos odiosos.

Planos para o futuro

Dafne já está quase se formando no curso de Direito e sabe como quer levar a vida após concluir a graduação “Pretendo continuar fazendo os dois, trabalhando no direito e sendo garota de programa”. Ela diz ainda que não sente preconceito por trabalhar com sexo, mas principalmente por ser anã. Por outro lado, a estatura acaba a ajudando a conquistar novos clientes, já que muito marmanjo acaba sendo atraído pelo inusitado, o curioso. E enquanto muita gente fica em dúvida na hora de escolher qual profissão seguir, Dafne se mostra decidida quando questionada sobre qual das carreiras prefereria seguir (advocacia ou garota de programa), caso tivesse de escolher. “Prefiro fazer programa porque o Direito não dá orgasmo” brinca.

O texto é do Bem Paraná.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Concursos: pelo menos 16 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher 2,4 mil vagas

Morre o chef Paul Bocuse, o ‘papa’ da gastronomia francesa

Dólar fecha em queda pelo 3º pregão seguido, a R$ 3,2013

Má notícias para brasileiros que querem estudar na Europa


Aumenta número de notas zero nas redações do Enem; resultados estão disponíveis

Aumenta número de notas zero nas redações do Enem; resultados estão disponíveis


Nasa detecta asteroide potencialmente perigoso vindo para a Terra

Nasa detecta asteroide potencialmente perigoso vindo para a Terra


Motorista que atropelou 17 em Copacabana não havia ingerido bebida alcoólica, aponta exame

Motorista que atropelou 17 em Copacabana não havia ingerido bebida alcoólica, aponta exame


Petrobras: preço do gás de cozinha cai 5% nas refinarias a partir de sexta-feira

Petrobras: preço do gás de cozinha cai 5% nas refinarias a partir de sexta-feira