Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Hospital confirma morte cerebral de surfista que sofreu afogamento no RJ

Lucas Zuch, 27 anos, está internado no Hospital Moinhos de Vento, no RS.


quarta-feira, 15/março/2017
Hospital confirma morte cerebral de surfista que sofreu afogamento no RJ

O surfista gaúcho Lucas Arsego Zuch, de 27 anos, teve confirmado o diagnóstico de morte cerebral, conforme boletim divulgado na noite desta terça-feira (14) pelo Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Após sofrer afogamento enquanto surfava na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, no último dia 7, ele havia sido transferido nesta segunda (13) para a instituição gaúcha.

O gaúcho chegou a ter sido considerado morto, após ficar em coma após ter sido resgatado pelos bombeiros. O texto acrescenta que a instituição faz contato com a Central de Transplantes do Estado para determinar a doação de órgãos, conforme desejo manifestado por Zuch a familiares.

Leia a íntegra da nota do hospital:
Hospital Moinhos de Vento
Boletim Médico – Lucas Zuch

O segundo teste clínico e o teste de avaliação do fluxo sanguíneo cerebral pelo Doppler transcraniano confirmaram o diagnóstico de morte encefálica do paciente Lucas Zuch às 22h36 desta terça-feira (14), no Hospital Moinhos de Vento. 

Integrantes da Comissão Intrahospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes estão em contato com a Central de Transplantes do Estado para realizar os procedimentos necessários.

Ele chegou à instituição nesta segunda-feira (13), e seu estado de saúde era grave em razão de afogamento ocorrido na praia da Barra, no Rio de Janeiro, no dia 7.

Generoso, Lucas Zuch compartilhou com alegria cada conquista, com humildade e gratidão à vida. Aos 27 anos, já havia informado a intenção de ser doador de órgãos, pedido que a família atenderá. O jovem foi um dos idealizadores do projeto Reconhecendo o Surf, voltado para estudar a cultura desse esporte no Brasil.

Porto Alegre, 14 de março de 2017.

Dr. Luis Antonio Nasi
Intensivista
CRM 11.217

Dra. Sheila Martins
Neurologista
CRM 20.989

Surfari

Zuch é um dos idealizadores da empresa Surfari e do projeto Reconhecendo o Surf, que estuda a cultura da modalidade esportiva no país, junto com o sócio Eduardo Linhares da Silva. A dupla foi responsável por colocar uma grande “prancha de surfe” sob um dos braços da Estátua do Laçador, um dos símbolos de Porto Alegre, em setembro de 2015. Cerca de um mês depois, eles encontraram o então prefeito, José Fortunati, que devolveu o artefato.
No início do mesmo ano, Zuch e Linhares divulgaram um vídeo bem-humorado no qual ensinam a praticar o “surf criollo”, modalidade em que o surfista desliza sobre a água sendo arrastado por um cavalo.

G1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Prefeito de Petrópolis, pede desculpa e diz que vai revogar lei do Dia do Servidor ‘Bonito Esteticamente’

Demora em associar ruído a submarino que desapareceu causa polêmica na Argentina

Anatel começa a bloquear celular pirata a partir de maio de 2018

Parceiro de Alceu Valença, cantor e compositor Tito Lívio morre aos 60 anos, em Olinda


Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP

Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP


Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi

Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi


Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor

Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor


Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas

Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas