Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

iPhone X: saiba tudo sobre o mais novo (e poderoso) smartphone da Apple

O maior destaque do iPhone X é certamente o seu novo design


terça-feira, 12/setembro/2017
iPhone X: saiba tudo sobre o mais novo (e poderoso) smartphone da Apple

A Apple acaba de anunciar em seu evento realizado hoje (12) em Cupertino, EUA, seu mais novo e poderoso smartphone, o iPhone X. O dispositivo é uma edição comemorativa para o décimo aniversário da linha iPhone, que começou sua história em 2007 com Steve Jobs no palco. Como o cofundador da Apple não está mais entre nós, o palco de hoje foi nomeado em sua homenagem: Steve Jobs Theater.

O maior destaque do iPhone X é certamente o seu novo design. Desde 2014, a Maçã não lança um iPhone com mudanças significativas na aparência, mas o modelo de 2017 chega para acabar com esse jejum. O dispositivo tem um corpo praticamente todo construído em vidro, mas ainda conserva uma moldura metálica. Fora isso, a face frontal do celular é quase toda ocupada pelo display OLED, cantos arredondados e um corte peculiar na parte de cima para abrigar a câmera frontal e alguns sensores.

Esse celular também é o primeiro iPhone a não contar com um botão home físico/capacitivo. Isso porque o display cresceu e eliminou quase que completamente as bordas superior e inferior. Em vez do Touch ID, agora temos o Face ID para garantir a segurança dos usuários. A Apple não revela, mas parece que a empresa — assim como a Samsung — não conseguiu embutir o sensor de digitais diretamente na tela como era supostamente planejado.

Fim do botão home

Com o botão home sem espaço na parte da frente do iPhone X, a Apple teve que personalizar o iOS 11 especialmente para esse dispositivo. Para voltar para a tela inicial do aparelho, por exemplo, é necessário fazer um gesto no display de baixo para cima. Para fazer multitarefa, você para o movimento no meio do caminho.

Mas o que realmente mudou aqui foi o sistema de identificação biométrica. Em vez do Touch ID, agora temos o Face ID. Ele identifica detalhes do rosto do usuário com uma série de sensores, o que inclui a câmera frontal e uma câmera infravermelha para profundidade.

Segundo a Apple, não é possível enganar o sistema usando fotos ou mesmo máscaras criadas com as melhores tecnologias usadas em Hollywood. O sistema ainda usa aprendizado de máquina para que, com o tempo, o Face ID se adapta às mudanças na sua face. Ou seja, não importa o estilo de cabelo, barba ou óculos que você use, não será necessário recadastrar a biometria. Essa novidade também é utilizada para para o Apple Pay.

Esse conjunto de sensores para rastreamento facial também pode ser usado para outras aplicações. Por exemplo, foram demonstradas novas máscaras para o Snapchat, mas os Animojis para o Apple Messages são mais interessantes.

Carregamento sem fio

O X é  um dos primeiros iPhone a contar com carregamento sem fio. Acredita-se que foi por isso que a fabricante resolveu voltar para o vidro na tampa traseira, uma vez que os padrões mais tradicionais de carregamento wireless não funcionam através de ligas metálicas.

O celular da Apple ainda conta com vários novos recursos de câmera bem promissores, mas só poderemos dizer se o novo celular tem poder para competir com Galaxy Note 8 e Google Pixel quando as primeiras amostras da câmera começarem a aparecer na web.

Outro aspecto importante do novo iPhone, é o iOS 11 com suas capacidades para realidade aumentada. A Apple lançou na metade deste ano o ARKit, uma plataforma básica para desenvolvedores construírem apps nesse sistema e, já no lançamento, é possível utilizar uma série de recursos interessantes.

Especificações conhecidas

Vale destacar ainda que o iPhone X será vendido em três opções de armazenamento interno: 64, 256 e 512 GB. Ou seja, será possível ter mais memória flash em um iPhone do que em muitos ultrabooks por aí.

Como de costume, a Apple não revelou detalhes mais técnicos acerca da memória RAM, mas espera-se que o novo celular tenha 3 GB. O processador, o Apple A11, é x% mais rápido que o A10 Fusion, presente nos iPhones atuais. Também não foram revelados detalhes específicos, mas ele deve contar com quatro núcleos de 2,5 GHz.

Confira todas as especificações em detalhe:

  • Chipset: Apple A11 Bionic dual-core
  • Tela: 5,8’’ AMOLED com resolução 2436×1125
  • RAM: 3 GB
  • Armazenamento: 64, 256 ou 512 GB
  • Câmeras: sistema duplo traseiro com 12 MP com estabilização óptica em ambas
  • Conectividade: 4G LTE, GPS
  • Cores:  prata, preto e dourado

Inicialmente, a Apple terá apenas três cores para esse modelo no mercado: preto, prata e dourado. O preço do modelo mais básico nos EUA desbloqueado é US$ 999 (~ R$ 3,1 mil na conversão direta sem impostos), e o mais caro sairá por US$ US$ xxxx. Por lá, as vendas se iniciam em xx de setembro, mas ainda não temos informações sobre a chegada desse produto ao Brasil. Seja como for, a Maçã deve trazê-lo para cá entre outubro e novembro, como de costume.

 

Tecmundo


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Prefeito de Petrópolis, pede desculpa e diz que vai revogar lei do Dia do Servidor ‘Bonito Esteticamente’

Demora em associar ruído a submarino que desapareceu causa polêmica na Argentina

Anatel começa a bloquear celular pirata a partir de maio de 2018

Parceiro de Alceu Valença, cantor e compositor Tito Lívio morre aos 60 anos, em Olinda


Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP

Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP


Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi

Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi


Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor

Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor


Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas

Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas