Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Japão suspende importação de carne brasileira após operação da PF

Já são pelo menos cinco países, além da União Europeia, a restringir compra de carne do país. Japão foi, em 2016, quinto maior comprador de carne brasileira.


terça-feira, 21/março/2017
Japão suspende importação de carne brasileira após operação da PF

A embaixada do Japão anunciou nesta terça-feira (21) que suspendeu a importação de carnes dos 21 frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca. Em nota, a embaixada informa que a suspensão seguirá valendo “até novas notificações.”

Em 2016, o Japão foi o quinto maior importador de carne brasileira: US$ 747 milhões, o equivalente a 5,5% do total. O país adquiriu basicamente carne de frango do Brasil no ano passado.

No total, as exportações de carnes pelo Brasil no ano passado somaram US$ 13,49 bilhões.

Além do Japão, pelos menos outros quatro países restringiram, oficialmente, a importação de carne brasileira: Chile, Suíça, China e Hong Kong – os dois últimos são os principais compradores de carnes do Brasil. A União Europeia também anunciou sanções.

A Coreia do Sul chegou a anunciar a suspensão de importação de frango, na segunda, mas voltou atrás nesta terça.

A operação

Deflagrada pela Polícia Federal na semana passada, a Operação Carne Fraca investiga corrupção de fiscais do Ministério da Agricultura, suspeitos de receberem propina para liberar licenças de frigoríficos. Segundo a PF, partidos como o PP e o PMDB também teriam recebido propina.

Além de corrupção, a PF também apura a venda, pelos frigoríficos, de carne vencida ou estragada, dentro do Brasil e no exterior.

As investigações envolvem empresas como a JBS, que é dona de marcas como Friboi, Seara e Swift, e a BRF, dona da Sadia e Perdigão, além de frigoríficos menores, como Mastercarnes, Souza Ramos e Peccin, do Paraná, e Larissa, que tem unidades no Paraná e em São Paulo.

Na segunda, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, já havia anunciado a suspensão das exportações dos 21 frigoríficos investigados pela PF. Três deles fora interditados e pararam a produção. Os outros 18 podem continuar a vender dentro do Brasil.

O Ministério da Agricultura também afastou preventivamente os 33 servidores da pasta que são investigados na Operação Carne Fraca. Segundo o ministério, esses servidores vão responder a processo administrativo disciplinar.

g1

Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Horário de verão será mantido em 2017, anuncia governo

Político gera revolta ao postar foto indiscreta de mulher no Rock in Rio

Preço da gasolina sobe pela 6ª semana seguida e atinge maior valor no ano, diz ANP

Polícia apreende carro de R$ 1,8 milhão com suspeitos de envolvimento com a moeda falsa


Ex médico se veste de mulher e atenta a própria vida

Ex médico se veste de mulher e atenta a própria vida


1,2 milhão de MEIs correm o risco de ter registro cancelado até dezembro

1,2 milhão de MEIs correm o risco de ter registro cancelado até dezembro


Cerco à Rocinha vai mobilizar 950 militares e dez blindados, anuncia Jungmann

Cerco à Rocinha vai mobilizar 950 militares e dez blindados, anuncia Jungmann


Será que a PF encontrou e filmou adega de vinhos de Joesley Batista?

Será que a PF encontrou e filmou adega de vinhos de Joesley Batista?



CFW Agência de Internet