Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Juiz do DF reavalia decisão e suspende acordo de leniência da J&F

Vallisney de Souza validou acordo na semana passada


segunda-feira, 11/setembro/2017
Juiz do DF reavalia decisão e suspende acordo de leniência da J&F

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, suspendeu nesta segunda-feira (11) o acordo de leniência firmado entre o grupo J&F e o Ministério Público Federal.

Vallisney validou o acordo de leniência na semana passada, mas condicionou a validação a uma decisão do Supremo Tribunal Federal sobre as delações dos executivos do grupo.

No fim de semana, o ministro do STF Luiz Edson Fachin determinou a suspensão provisória de parte dos benefícios previstos na colaboração premiada, atendendo a um pedido do Ministério Público Federal.

Nesta segunda, o juiz, então, reavaliou o caso e decidiu suspender o acordo para que a leniência não produza efeitos até uma decisão final do STF sobre o caso.

O magistrado considerou que os fatos novos sobre as delações de executivos da J&F exigiram a reavaliação do acordo de leniência.

No acordo, a J&F havia acertado o pagamento de multa de R$ 10,3 bilhões em 25 anos em troca de não ser alvo de ações do Ministério Público.

Entenda o caso

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, anunciou na semana passada a revisão do acordo de delação de executivos da J&F. O objetivo era apurar se os delatores omitiram informações.

Janot disse que a medida foi tomada em razão de novo áudio entregue pelos próprios delatores cujo conteúdo era “gravíssimo”.

Joesley Batista, um dos donos da J&F, e Ricardo Saud, executivo da empresa, foram presos nesta semana e os benefícios das delações deles, provisoriamente suspensos.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Para prender Lula ‘vai ter que matar gente’, diz Gleisi a site

Após chuva intensa, bombeiros atenderam pelo menos 15 ocorrências envolvendo jacarés em Florianópolis

Saiu o edital do Superior Tribunal de Justiça; vagas de nível médio e superior

Acidente envolvendo ônibus escolar deixa dezenas de feridos na Alemanha


Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morre aos 46 anos

Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morre aos 46 anos


Jovem morta por ‘inveja’ fez post xingando suspeita: ‘Despeitada’

Jovem morta por ‘inveja’ fez post xingando suspeita: ‘Despeitada’


Após três anos de queda, venda de ônibus e caminhões tem alta de 5%

Após três anos de queda, venda de ônibus e caminhões tem alta de 5%


Mega-Sena, três apostas dividem R$ 12 milhões

Mega-Sena, três apostas dividem R$ 12 milhões