Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Ministério da Agricultura determina interdição de mais dois frigoríficos

Com decisão anunciada nesta segunda, governo já interditou cinco frigoríficos alvos da Operação Carne Fraca. Unidades ficam no Paraná e terão de recolher mercadorias.


segunda-feira, 27/março/2017
Ministério da Agricultura determina interdição de mais dois frigoríficos

Ministério da Agricultura informou nesta segunda-feira (27) ter determinado a interdição de mais dois frigoríficos alvos da Operação Carne Fraca: Souza Ramos, em Colombo, e Transmeat, em Balsa Nova (os dois estão instalados no estado do Paraná).

Segundo o ministério, a decisão de interditar os frigoríficos foi tomada após auditorias nessas unidades. O governo não chegou a especificar os motivos, somente informou que foram encontrados indícios de falhas.

Procurado, Edinandes Alexandre Santos, da assessoria jurídica dos dois frigoríficos, informou que o Souza Ramos está interditado desde o último dia 21. Além disso, o Transmeat, de acordo com ele, está funcionando normalmente nesta segunda e não recebeu notificação do ministério.

Buscamos contato com o governo para esclarecer a informação sobre a interdição do frigorífico Souza Ramos.

No último dia 17, quando a Carne Fraca foi deflagrada pela Polícia Federal, três frigoríficos já haviam sido interditados: um da BRF, em Mineiros (GO), e dois da Peccin Agro Industrial, sendo um em Curitiba (PR) e outro em Jaraguá do Sul (SC).

Segundo as investigações da PF, fiscais do Ministério da Agricultura se envolveram em um esquema de liberação de licenças para frigoríficos sem a devida fiscalização, em troca de propina.

Recolhimento dos produtos

Na última sexta (24), a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, determinou que todos os produtos dos frigoríficos Souza Ramos, Transmeat e Peccin sejam recolhidos do comércio.

A unidade da Peccin foi uma das três que já haviam sido interditadas pelo Ministério da Agricultura.

O frigorífico Souza Ramos, um dos novos interditados, está instalado em Colombo (PR) e era investigado por suposta substituição de matéria prima de peru por carne de outras aves e por trocar favores por procedimentos de fiscalização.

Já o Transmeat fica em Balsa Nova (PR) e foi acusado, no inquérito da Carne Fraca, por corrupção e injeção de produtos cárneos.

Novas interdições

De acordo com o Ministério da Agricultura, o número de frigoríficos interditados ainda pode aumentar, isso porque o ministro Blairo Maggi fará, ainda nesta segunda, um balanço das auditorias nas 21 unidades alvos da Carne Fraca.

g1

Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Você está falando o nome do novo iPhone do jeito errado

Pesquisadores da UFMG testam vacina contra a cocaína

Única mulher a bordo do submarino argentino desaparecido é oficial pioneira

Homem é detido correndo pelado no Centro de São Carlos


Mega-Sena pode pagar R$ 33 milhões neste sábado

Mega-Sena pode pagar R$ 33 milhões neste sábado


Governo federal vai suspender a abertura de novos cursos de medicina, diz MEC

Governo federal vai suspender a abertura de novos cursos de medicina, diz MEC


Casal morre por asfixia dentro de carro e corpos são encontrados nus em MT

Casal morre por asfixia dentro de carro e corpos são encontrados nus em MT


Morre o ex-poderoso chefão da máfia siciliana Toto Riina, diz imprensa

Morre o ex-poderoso chefão da máfia siciliana Toto Riina, diz imprensa