Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Ministro do STJ suspende todas as ações que questionam correção do FGTS


quinta-feira, 27/fevereiro/2014
Ministro do STJ suspende todas as ações que questionam correção do FGTS

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Benedito Gonçalves suspendeu nesta quarta-feira, 26, o trâmite de todas as ações relativas à correção de saldos do FGTS por outros índices que não a Taxa Referencial (TR). Segundo nota divulgada pelo STJ, a decisão alcança ações coletivas e individuais em todas as instâncias da Justiça Federal e da Justiça dos Estados, inclusive juizados especiais e turmas recursais.

A Caixa Econômica Federal (CEF), que pediu a suspensão, estima serem mais de 50 mil ações sobre o tema em trâmite no Brasil. Dessas, quase 23 mil já tiveram sentença, sendo 22.697 favoráveis à CEF e 57 desfavoráveis. Ainda haveria em trâmite 180 ações coletivas, movidas por sindicatos, e uma ação civil pública, movida pela Defensoria Pública da União.

 

O saldo do FGTS é atualizado todo dia 10 de cada mês, respeitando a fórmula de 3% ao ano mais Taxa Referencial. Na ponta do lápis, o rombo criado pelo descolamento entre o atual modelo de reajuste e os índices de preços está na casa dos bilhões. Só neste ano, R$ 6,8 bilhões deixaram de entrar no bolso dos trabalhadores até fevereiro, segundo cálculos do Instituto FGTS Fácil, organização não governamental que presta auxílio aos trabalhadores. Em 2013, a cifra chegou a R$ 27 bilhões.

 

A TR é calculada pelo Banco Central e tem como base a taxa média dos Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) prefixados, de 30 dias a 35 dias, oferecidos pelos 30 maiores bancos do País. A redução da taxa básica de juros, a Selic, a partir de 1999, foi diminuindo o valor da TR e fez com que o reajuste do FGTS não conseguisse nem repor as perdas com a alta dos preços da economia.

Estadao


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morre aos 46 anos

Jovem morta por ‘inveja’ fez post xingando suspeita: ‘Despeitada’

Após três anos de queda, venda de ônibus e caminhões tem alta de 5%

Mega-Sena, três apostas dividem R$ 12 milhões


Preços da gasolina e do diesel sobem hoje nas refinarias

Preços da gasolina e do diesel sobem hoje nas refinarias


“Como estava solteiro, esse dinheiro de auxílio moradia usava pra comer gente.”, diz Bolsonaro

“Como estava solteiro, esse dinheiro de auxílio moradia usava pra comer gente.”, diz Bolsonaro


S&P rebaixa nota de crédito do Brasil

S&P rebaixa nota de crédito do Brasil


Suzane Richthofen tem parecer favorável para cumprir resto da pena em liberdade

Suzane Richthofen tem parecer favorável para cumprir resto da pena em liberdade