Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Multimilionário David Rockefeller morre aos 101 anos nos EUA

Ele morreu em sua casa em Pocantico Hills, em Nova York, segundo confirmou seu porta-voz a vários veículos de imprensa.


segunda-feira, 20/março/2017
Multimilionário David Rockefeller morre aos 101 anos nos EUA

O multimilionário David Rockefeller, influente filantropo e neto do fundador da dinastia Rockefeller, morreu nesta segunda-feira (20) aos 101 anos. Seu porta-voz afirmou que David morreu em sua casa em Pocantico Hills, em Nova York.

O famoso banqueiro presidiu durante anos o Chase Manhattan Bank e foi fundador da Comissão Trilateral, criada em 1973 e considerada uma das organizações privadas mais influentes do mundo.

Clã Rockefeller

Nascido em Nova York em 12 de junho de 1915, David era o último sobrevivente de sua geração dentro do clã Rockefeller, um dos grandes nomes do capitalismo.

Seu avô, John D. Rockefeller, ainda é considerado o americano mais rico de todos os tempos e a pessoa mais rica da história moderna.

Horas antes da notícia da morte do banqueiro, a revista Forbes atribuía a David Rockefeller, o mais novo dos seis filhos de John D. Rockefeller Jr., uma fortuna de US$ 3,3 bilhões.

Com estudos em Harvard e Londres e doutorado em Ciências Econômicas pela Universidade de Chicago, Rockefeller entrou em 1942 como voluntário no exército e foi funcionário de inteligência na Argélia e ajudante do adido militar em Paris, onde foi nomeado capitão em 1945.

No ano seguinte, começou a trabalhar como gerente adjunto do departamento internacional do Chase Manhattan Bank, uma das maiores entidades financeiras de Nova York e, em 1955, foi nomeado vice-presidente executivo, antes de passar a ocupar a presidência em 1961.

Em 1981, quando tinha 65 anos, deixou o cargo no Chase Manhattan Banc após assumir a iniciativa de sua expansão internacional.

Como filantropo, David Rockefeller se destacou por seu apoio às artes e por financiar a criação do Rockefeller Center, o Museu de Arte Moderna de Nova York, a Universidade Rockefeller e a construção do World Trade Center, entre outros.

Além disso, reuniu uma das mais valiosas coleções de arte do planeta, com obras de Pablo Picasso, Paul Cézanne e Henri Matisse.

Nos últimos anos, apesar da avançada idade, David Rockefeller manteve sempre uma vida muito ativa, com várias viagens e aparições públicas.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Prefeito de Petrópolis, pede desculpa e diz que vai revogar lei do Dia do Servidor ‘Bonito Esteticamente’

Demora em associar ruído a submarino que desapareceu causa polêmica na Argentina

Anatel começa a bloquear celular pirata a partir de maio de 2018

Parceiro de Alceu Valença, cantor e compositor Tito Lívio morre aos 60 anos, em Olinda


Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP

Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP


Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi

Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi


Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor

Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor


Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas

Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas