Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Pagar IPVA com desconto é mais vantajoso, dizem especialistas


sexta-feira, 11/janeiro/2013
Pagar IPVA com desconto é mais vantajoso, dizem especialistas

O prazo para pagamento da cota única com desconto ou da primeira das três parcelas do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) vence este mês para os motoristas do Estado de São Paulo. Para especialistas, o pagamento à vista com desconto é a melhor opção para quem não tem dívida.

No Paraná, os contribuintes que pagarem antecipadamente a taxa, até o mês de fevereiro, terão um desconto de 5% sobre o valor total. O prazo final para obter o desconto depende do final da placa do veículo
“Considerando que o parcelamento é em até três vezes, o desconto de 3% [no caso de São Paulo] é mais vantajoso comparado com o rendimento médio das aplicações de renda fixa – que ficam em torno de 0,5% e 0,6% por mês. Ou seja, se aplicado em caderneta ou outro tipo de renda fixa, o dinheiro não vai render 3% ao longo de três meses. Vale mais à pena pagar de uma vez”, diz Gilberto Braga, professor de finanças da Ibmec.

No entanto, Braga alerta que não vale a pena pegar um empréstimo para pagar o imposto à vista. “O custo de juros mensais é superior ao desconto. Os juros dos empréstimos pessoais e consignados estão na faixa de 3% e 5% ao mês, já no caso do cheque especial, está em torno de 6% ao mês.”

Dicas

Em nota, o presidente da DSOP Educação Financeira, Reinaldo Domingos, dá dicas para o pagamento do IPVA. De acordo com ele, é importante que o contribuinte saiba qual a situação financeira em que se encontrar para não desequilibrar o orçamento financeiro na hora de pagar o imposto. Veja mais dicas sobre pagar o IPVA sem desequilibrar o orçamento:

– Início de ano: neste período, os compromissos são diversos. Opte por pagar a conta de maior prioridade para a família ou aquela em que o valor do desconto será maior. O restante deve ser parcelado;

– Contribuintes investidores: a recomendação é para o pagamento à vista que obterá 3% de desconto no IPVA;

– Contribuintes endividados ou equilibrados financeiramente: o pagamento deve ser parcelado, visto que não há dinheiro disponível para que o pagamento seja feita de uma vez;

– Financiamento: deve ser totalmente proibido recorrer ao cheque especial ou ao mercado financeiro, pois os juros podem agravar ainda mais a situação financeira.

– Outras contas: fique atento. Muitas pessoas acabam sendo influenciadas pelo desconto e esquecem de outros compromissos também de grande importância;

– Reserva: antes de pagar, saiba quais outras contas estão pendentes e guarde uma reserva para imprevistos;

– Pagamento parcelado: se for parcelar, insira imediatamente o valor das prestações no orçamento para não perder o controle financeiro

– Saúde financeira: aqueles que não conseguirem pagar o imposto à vista devem fazer uma reflexão sobre os motivos desse impedimento e buscar solucioná-lo.
Gazeta do Povo


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Prefeito de Petrópolis, pede desculpa e diz que vai revogar lei do Dia do Servidor ‘Bonito Esteticamente’

Demora em associar ruído a submarino que desapareceu causa polêmica na Argentina

Anatel começa a bloquear celular pirata a partir de maio de 2018

Parceiro de Alceu Valença, cantor e compositor Tito Lívio morre aos 60 anos, em Olinda


Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP

Estudo aponta contaminação por cocaína no mar do litoral de SP


Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi

Mega-Sena, ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 60 mi


Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor

Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor


Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas

Black Friday: veja os principais problemas dos últimos anos e listas de empresas mais reclamadas