Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Polícia Federal faz operação de combate à corrupção no transporte público do Rio

Agentes da Polícia Federal (PF) estão cumprindo mandados de prisão desde a noite desse domingo (2).


segunda-feira, 03/julho/2017
Polícia Federal faz operação de combate à corrupção no transporte público do Rio

Policiais federais fazem hoje (3) ação contra um esquema de corrupção envolvendo empresas de transporte público no estado do Rio de Janeiro. Agentes da Polícia Federal (PF) estão cumprindo mandados de prisão desde a noite desse domingo (2).

O empresário Jacob Barata Filho foi preso ontem no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, quando embarcava para Portugal. Segundo o advogado de Barata Filho, ele faria uma viagem de rotina àquele país, onde tem negócios “há décadas e para onde faz viagens mensais”.

A defesa do empresário informou ainda que irá se pronunciar assim que tiver acesso aos autos do processo. Novos mandados estão sendo cumpridos na manhã de hoje.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Um milhão de pessoas irão receber indenização de poupança, saiba como será o pagamento

Suspeito assume ter extorquido padre com vídeo de sexo, mas nega ter matado PM

Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook

‘Ele pagava o que podia’, diz Pepita Rodrigues sobre prisão do filho, Dado Dolabella


Começa amanhã o pagamento do PIS para trabalhadores nascidos em março e abril

Começa amanhã o pagamento do PIS para trabalhadores nascidos em março e abril


Karla Souza, atriz de ‘How To Get Away With Murder’, afirma que foi estuprada por diretor no início da carreira

Karla Souza, atriz de ‘How To Get Away With Murder’, afirma que foi estuprada por diretor no início da carreira


Clarão é visto no céu da Bahia; astrônomo fala em meteoro

Clarão é visto no céu da Bahia; astrônomo fala em meteoro


STJ substitui prisão de irmãos Joesley e Wesley Batista por medidas cautelares

STJ substitui prisão de irmãos Joesley e Wesley Batista por medidas cautelares