Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Português é preso vendendo ingresso da Copa em hotel de Brasília


quinta-feira, 26/junho/2014
Português é preso vendendo ingresso da Copa em hotel de Brasília

 A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu em flagrante nesta quarta-feira (25), em um hotel cinco estrelas de Brasília, um venezuelano naturalizado português vendendo ingressos da Copa do Mundo para um brasileiro. Também foram apreendidos no quarto onde o suspeito estava hospedado R$ 19 mil, US$ 14 mil, e 1,5 mil euros.

José Daniel Rodrigues de Caires, de 28 anos, tinha ao todo 46 entradas para diversas partidas do Mundial. De acordo com a polícia, todas são válidas e foram emitidas em nomes de diversas pessoas. Os ingressos foram comprados na Europa.

Segundo o delegado-chefe da Coordenação de Repressão a Crimes contra o Consumidor (Corf), Jefferson Lisboa, Caires disse que tinha saído de Salvador (BA) e desembarcado em Brasília na terça-feira (24). Ele planejava voltar para Portugal nesta sexta (27). Nesse período ele disse à polícia ter vendido sete ingressos.

De acordo mcom Lisboa, as entradas estavam sendo vendidas praticamente pelo dobro do preço cobrado pela Fifa: R$ 600 (categoria 1), R$ 650 (categoria 2) e R$ 1.750 (categoria 3). O suspeito chegou a divulgar a venda dos ingressos em redes sociais, disse o delegado.

Caires carregava uma lista de encomendas para mais ingressos. Lisboa diz que a investigação agora terá como objetivo tentar identificar quantas pessoas ao todo podem estar envolvidas com o esquema.

O delegado afirma que Caires seria indiciado por tentativa de estelionato, porque os direitos de comercialização das entradas para os jogos são exclusivos da Fifa.

A pena pelo crime pode chegar a cinco anos de prisão em caso de condenação. O delegado disse que o português deve responder pelo processo no Brasil e, se condenado, cumprir a pena no país. Após isso, ele poderá ser expulso do Brasil. O brasileiro que comprava ingressos de Caires figura como vítima da ação do suspeito, informou a Polícia Civil.

O delegado afirma que os investigadores chegaram até o suspeito após uma denúncia anônima relatando que Caires estava comercializando as entradas no próprio hotel. Foi estipulada fiança de R$ 20 mil, valor que não tinha sido pago até a publicação desta reportagem.

Parte dos ingressos era para o jogo entre Portugal e Gana nesta quinta-feira (26). A partida será realizada às 13h no Estádio Mané Garrincha em Brasília “Se tiver um ‘clarão’ no estádio [Mané Garrincha], a culpa é nossa”, disse Lisboa ao explicar que os ingressos ficarão retidos durante o processo na Justiça.

g1

 


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Concursos: pelo menos 16 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher 2,4 mil vagas

Morre o chef Paul Bocuse, o ‘papa’ da gastronomia francesa

Dólar fecha em queda pelo 3º pregão seguido, a R$ 3,2013

Big rider português surfa bomba e pode quebrar recorde de McNamara em Nazaré


Má notícias para brasileiros que querem estudar na Europa

Má notícias para brasileiros que querem estudar na Europa


Aumenta número de notas zero nas redações do Enem; resultados estão disponíveis

Aumenta número de notas zero nas redações do Enem; resultados estão disponíveis


Nasa detecta asteroide potencialmente perigoso vindo para a Terra

Nasa detecta asteroide potencialmente perigoso vindo para a Terra


Motorista que atropelou 17 em Copacabana não havia ingerido bebida alcoólica, aponta exame

Motorista que atropelou 17 em Copacabana não havia ingerido bebida alcoólica, aponta exame