Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Quem é o vilão: o açúcar ou a gordura?


segunda-feira, 05/janeiro/2015
Quem é o vilão: o açúcar ou a gordura?

No princípio, o homem criou o açúcar e a gordura e eis que os dois passaram a fazer parte do dia a dia da alimentação da maior parte da população em todo o mundo. E aí vieram os problemas cardíacos e a obesidade e a hipertensão e a diabetes e, então, como o acúmulo de gordura no corpo é um dos causadores de tudo isso, ela foi considerada a grande vilã no prato das pessoas. Agora, o açúcar foi considerado o pior dos piores dos alimentos. Gordura ou açúcar: eis a questão.

– A associação dos dois em grande quantidade faz muito mal. Sabendo como e o quanto consumir, tanto a gordura quanto o açúcar podem fazer bem às pessoas – explica a nutricionista Danielle Matte.

É comum, entre as pessoas mais velhas, passarem por hipoglicemia, a baixa taxa de açúcar no sangue. Mas se engana quem acha que é porque o açúcar é essencial na vida da terceira idade.

– Eles ficam muito tempo sem comer, por esquecimento ou por não ter vontade, e isso faz com que a taxa de glicose no sangue diminua consideravelmente. Suor, fraqueza, visão turva e até convulsão estão entre os sintomas da hipoglicemia – afirma Debora Schneck, nutricionista do Hospital Moinhos de Vento.

Também comum nas pessoas com mais de 50 anos é o diabetes, que acontece quando as taxas de glicose no sangue são muito altas em decorrência da falta ou incapacidade da insulina atuar no organismo. A medida correta, segundo Debora, é, uma vez que os açúcares estão presentes em diferentes alimentos, evitar consumi-lo nas formas clássicas.

Com o avanço da idade, o metabolismo vai ficando mais lento e a digestão não acontece da mesma forma. Por isso, o acúmulo de gordura e a obesidade são tão comuns e preocupam quando ocorrem nessa faixa etária. A gordura, portanto, precisa escolhida a dedo. Monoinsaturadas e polinsaturas são itens obrigatórios no prato de quem já passou dos 50. Escolha castanhas, amêndoas, linhaça, azeite de oliva, atum, sardinha, salmão. Esse tipo de gordura fornece energia e contribui para a absorção de vitaminas, segundo Danielle.

– A saturada pode ser consumida também, mas não deve ser o único tipo de gordura. 30% da alimentação de um adulto mais velho deve ser gordura. Se a ingestão de carnes vermelhas, manteiga e creme de leite representar uma pequena parte dessa porcentagem e o resto ser completado por gorduras insaturadas, tudo bem. No entanto, as gorduras trans sempre serão vilãs, em qualquer quantidade – diz.

Produzida por hidrogenação, ao sofrer um processo químico na indústria, a gordura trans é mais aderente e está presente em margarinas, biscoitos, batatas fritas, sorvetes e salgadinhos de pacote. Junto com as “trans”, Danielle conclui que o açúcar também é um vilão.

– Sendo um carboidrato simples, o açúcar está diretamente ligado à obesidade e outras doenças. Por isso, se precisar de um doce, opte por frutas. Além disso, alimentos salgados e sucos de caixinha têm altos índices de açúcares na fórmula.

Debora e Danielle são taxativas: olhar o rótulo dos alimentos mostra quem é realmente o vilão na alimentação.

DC


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Ator é detido no Rock in Rio por porte de drogas

Petrobras eleva em 6,9% preço do gás de cozinha, 2ª alta do mês

Venda do iPhone 8 no Paraguai inicia amanhã

Horário de verão será mantido em 2017, anuncia governo


Político gera revolta ao postar foto indiscreta de mulher no Rock in Rio

Político gera revolta ao postar foto indiscreta de mulher no Rock in Rio


Preço da gasolina sobe pela 6ª semana seguida e atinge maior valor no ano, diz ANP

Preço da gasolina sobe pela 6ª semana seguida e atinge maior valor no ano, diz ANP


Polícia apreende carro de R$ 1,8 milhão com suspeitos de envolvimento com a moeda falsa

Polícia apreende carro de R$ 1,8 milhão com suspeitos de envolvimento com a moeda falsa


Ex médico se veste de mulher e atenta a própria vida

Ex médico se veste de mulher e atenta a própria vida



CFW Agência de Internet