Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Vaquinha para pagar tatuagem de garoto torturado é golpe? Não é verdade!

Mensagem diz que criador da arrecadação sumiu. Organizador, no entanto, tem prestado contas publicamente e diz que vai transferir dinheiro à família quando ele estiver disponível para saque.


segunda-feira, 12/junho/2017
Vaquinha para pagar tatuagem de garoto torturado é golpe? Não é verdade!

Uma mensagem que tem sido bastante compartilhada nas redes sociais diz que a vaquinha organizada pela internet para remover da testa de um adolescente torturado no ABC a tatuagem “sou ladrão e vacilão” é golpe e que o organizador sumiu com o dinheiro. Não é verdade.

Grupos contrários à doação do dinheiro para ajudar o adolescente têm divulgado notícias colocando em dúvida o destino do dinheiro coletado. Dizem que a família não autorizou a vaquinha e que os parentes deram uma entrevista para a CNN reafirmando isso.

O grupo Afroguerrilha, organizador da vaquinha, diz que a família autorizou, sim, a vaquinha. Em entrevista, o tio do garoto confirma que a vaquinha foi autorizada. “Isso aí [que estão compartilhando] é falso. A gente conhece o rapaz [que fez a vaquinha].”

O grupo, aliás, postou um boleto do total arrecadado (R$ 18.403,17) e se comprometeu a publicar a prova de transferência do dinheiro aos familiares do garoto, já que o valor só é liberado para saque 14 dias após a confirmação do pagamento.

A vaquinha para ajudar o adolescente foi encerrada na noite de domingo (11) . A postagem, no entanto, continua lá – diferentemente do publicado no texto falso, que afirma que a publicação foi removida. O dinheiro deverá ser entregue via transferência bancária, assim que o dinheiro estiver disponível.

“É impossível sequer sacarmos esse valor agora. Lembrando que o editor deste coletivo é vizinho da avó do garoto e a arrecadação só foi iniciada com autorização dela. Estamos conversando com o advogado da família para, assim que o valor estiver disponível, darmos transparência à transferência do dinheiro”, diz o coordenador do coletivo.

O rapaz de 17 anos teve a frase tatuada na testa na sexta-feira (9). Os agressores publicaram vídeo nas redes sociais e familiares procuraram a polícia. O adolescente estava desaparecido desde 31 de maio. Os dois homens foram presos no sábado, suspeitos de tortura. Na delegacia, os dois disseram que o adolescente havia tentado furtar uma bicicleta na região, que eles ficaram revoltados com isso e que “resolveram tatuar o mesmo como forma de punição”.

Segundo a Afroguerrilha, a família deverá usar o dinheiro para pagar a remoção. Caso o procedimento seja feito em hospital público ou gratuitamente por algumas das clínicas ou pela Prefeitura, que já se ofereceram para bancá-lo, ainda assim o dinheiro será destinado à família. Segundo o Afroguerrilha, a família do garoto é pobre e tem muitas outras necessidades, como as despesas médicas com o tratamento do rapaz e até o pagamento de necessidades básicas, como água e luz.

Antes do desaparecimento, o jovem chegou a passar por acompanhamento de conselheiros tutelares no Centro de Apoio Psicossocial (Caps) de São Bernardo do Campo. Segundo a família, ele era usuário de drogas e sofre de problemas mentais.

Durante o processo de arrecadação, usuários contrários à ajuda ao rapaz simularam doações para elevar o total arrecadado e desestimular novas doações. Por causa disso, o sistema chegou a mostrar a arrecadação de milhões, mas o valor é falso, porque não foi confirmado por depósito real.

É ou não é?’, seção de fact-checking (checagem de fatos), tem como objetivo conferir os discursos de políticos e outras personalidades públicas e atestar a veracidade de notícias e informações espalhadas pelas redes sociais e pela web. Sugestões podem ser enviadas pelo VC no G1, pelo Fale Conosco ou pelo Whatsapp/Viber, no telefone (11) 94200-4444, com a hashtag #eounaoe (caso prefira, a hashtag pode ser enviada logo após a mensagem também!)

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
ASAS derruba umidade para 9%, promove geada e frio radiativo no Sudeste e Sul do Brasil. Frio pode aumentar no final de semana

Justiça Federal autoriza leilão de R$ 14,5 milhões em bens de Sérgio Cabral

Janot diz que não há dúvidas de que Temer cometeu ‘crime de corrupção’

Avião interceptado pela FAB com cocaína decolou de fazenda da família de Maggi


Palocci é condenado a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro

Palocci é condenado a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro


Lula tem 30%, Bolsonaro, 16%, e Marina, 15%, aponta pesquisa Datafolha para 2018

Lula tem 30%, Bolsonaro, 16%, e Marina, 15%, aponta pesquisa Datafolha para 2018


Jovens acampam para comprar tênis de Kanye West

Jovens acampam para comprar tênis de Kanye West


Maia sanciona lei que libera remédios para emagrecer, informa Casa Civil

Maia sanciona lei que libera remédios para emagrecer, informa Casa Civil



CFW Agência de Internet