Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Guarapuavana é selecionada em concurso nacional de contos

Debora Cristina Grosko apresentou o conto: Flores para a Professora


quinta-feira, 21/setembro/2017
Guarapuavana é selecionada em concurso nacional de contos

Em junho a editora Zouk lançou um concurso de contos em parceria com a Casa da Mãe Joanna. O concurso contou com a curadoria da Joanna Burigo, da
Adélia Mathias, da Karina Xavier, da Rosilene Silva da Costa, e da Livia Natália. E a elas agradecemos imensamente pela dedicação e parceria.
O concurso teve quase mil contos inscritos e mais de 600 escritoras de todo o Brasil. Isso é claro atrasou o resultado em quase um mês.
Pois eis que é chegada a hora de revelar, e nós aqui estamos com um friozinho na barriga.
Em breve o livro sai com prefácio da Ana Emília Cardoso (do best-seller A mamãe é Rock), que gentilmente nos cedeu o conto abaixo.

[Histórias silenciosas e um futuro diferente]

Coisa rara na vida de Anita passar uma tarde inteira sozinha na casa da avó. Dona Gema fora à igreja. Ouvir a missa com a amiga Ecolástica, pagar o dízimo, pegar sonhos de nata na padaria e filar um chá na casa das vizinhas Lúcia e sua mãe Maria, senhorinhas de 70 e 89 anos, respectivamente. “Volto antes de escurecer. Feche as janelas. Vou rezar um Santo Anjo para que nada lhe aconteça”, despediu-se a avó, antes das 14 horas.

Dona Gema tem idade pra ser sua bisavó e anda mal das pernas. Se fosse seguir à risca a recomendação do Doutor Mazzolla, seu geriatra, fechava o leque dos pés e ficava em casa, esperando a sua hora chegar com suavidade. Apesar de amar muito a neta, não lhe dá muita conversa.

Anita, uma dúzia de primaveras na conta, remexe os armários da avó. Gente antiga tem mania de guardar coisa que não tem utilidade, pensa a menina. Nas gavetas da cômoda do quarto, encontra um monte de livros de contabilidade de um armazém de secos e molhados fechado há quase 30 anos. Calendários antigos, pequenas santinhas, caixas de papelão com almofadas de tecido e joias de ouro dentro. Um tesouro analógico que desperta cada vez mais a curiosidade da menina.

Fotos antigas em preto e branco e recortes de jornal dão pista de um passado tão remoto quanto inusitado. Seu tio era aviador? Ops, um acidente de avião. Sem vítimas, só uma macieira e a fuselagem do pequeno monomotor com avarias. Outra tia, com uma faixa dizendo Miss Palmas. Por que nunca ninguém lhe contou essas histórias? A avó sempre falando de Bíblia, que deus isso, deus aquilo. De aventuras com provas empíricas, picas.

Quando Gema chegou, cheia de cânticos e louca pra contar do sermão do padre, Anita foi direto ao assunto:

– Vó, por que você nunca fala da família? Da loja que você tinha, daquela tia que foi miss. O que é ser miss? Daquele tio que caiu de avião e sobreviveu? Por que você me conta nada? Só fala que a Dona Lúcia queimou o bolo de cenoura e que foi se confessar e o padre te elogiou… Quero saber mais.

– Ah, minha netinha… com a tua idade eu já estava casada. E grávida. Não gosto nem de lembrar. Pra mim é difícil falar do passado, por isso eu prefiro viver no presente.

– Faz um esforcinho. Eu preciso entender como era a vida antes. E porque hoje é assim!

– Você andou mexendo nas minhas coisas, né? Pois bem, não te julgo. Deus tá vendo, mas tudo bem. Pega a escada lá na área de serviço e abre uma mala de couro que tem ali em cima do meu guarda-roupa. To com uma bursite aqui no ombro que não me deixa mais mexer no passado, nem que eu queira.

– Tá pesado isso!

– Pega essa caixinha aí, minha neta. Essa dourada com cetim rosa. Eu não vou te contar nada porque minha vida foi tão cheia de tristezas que não quero te desanimar. Mas aí dentro tem algo que venho guardando para você.

Dentro da caixa, apenas uma lista com nomes. Anita olha, olha e não entende nada. A avó fecha os olhos repletos de cataratas e fala:

– As histórias que você precisa ouvir, estão aí, são elas que irão te contar. Procure o livro com histórias delas.

Ali está escrito:
Erica Oliveira – A vida agridoce de Josué
Betzaida Mata Machado Tavares – O início é você quem escolhe
Regina Ruth Rincon Caires – O último ato
Silvia Tereza Ferrante Marcos de Lima – Eutanásia
Valéria Cristina da Silva – O menino que esperava
Ketely Temper Almela – Lorde Shake, o Fúnebre
Carolina Pinheiro Tavares – O homem que assoviava
Géssica Maria Menino – As curvas da vida
Karin Hueck – Fluidas
Neusa Fleury Mioraes – Seu Chico
Karla Soares Antunes – A Tríade
Ana Carolina Gama de Almeida – Ninho vazio
Sabine Mendes Lima Moura – O piano
Denise Mitiko Sintani – Segredos
Debora Cristina Grosko – Flores para a Professora
Wanda Cristina da Cunha e Silva – Onde deixei minhas lembranças?
Jéssica de Carvalho da Silva – Healing Room
Priscila Ferraz Pasko – Nem que caia o céu
Thaynara Henrique Vieira Lourenço – Maio, mês de flores e prazeres
Juliane Vicente Lopes – Quarta-feira de cinzas
Andreia Borges da Silva – Tenho fome
Danielle Vitória Santana Dias e Jeisiane Ramos Monteiro – Não volte para casa
Clarissa Medeiros – Sobre lepidópteras
Mariana Sanchez – A sesta
Bianca Raupp Mayer – Nem hibisco, nem quinoa
Ana Cristina Passarella – As sombras da cidade
Gabriela Ribeiro – Travestido
Marcela Costa Bertoletti – Atafona
Herena Reis Barcelos – Presságio
Marina Rodrigues Pinheiro do Nascimento – O inferno

A menina agradece a sua vó e vai atrás do livro que lhe servirá de grande inspiração. Houve um tempo em que as mulheres não tinham voz. Viviam com medo. Sem registros. A narrativa cabia aos homens. Aos outros.

O livro Mulheres Contistas, tem a força da escrita e a voz de 30 mulheres. Ele representa um universo ainda maior de gerações de mulheres que ficaram fora da literatura. Pelo fato de serem mulheres, de não serem incentivadas, de serem silenciadas. Que este tempo fique lá no passado.

Quer saber mais? Acompanhe as nossas redes e não perca o lançamento dessa coletânea de contos femininos.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
A UTFPR  Guarapuava acaba de inaugurar sua Incubadora de Inovações Tecnológica.

ACIG lança 2ª edição do Concurso Brilha Guarapuava

Agronomia da Unicentro obtém conceito máximo, 5, no Enade

ACIG orienta empresários sobre lei que determina uso de vagas estacionamento em prédios públicos e comerciais


Willian Waack para Presidente

Willian Waack para Presidente


Accor anuncia novos hotéis Ibis no Paraná

Accor anuncia novos hotéis Ibis no Paraná


Acig inicia as atividades para o fim de ano com entrega de kits da Campanha Natal Sonho Dourado

Acig inicia as atividades para o fim de ano com entrega de kits da Campanha Natal Sonho Dourado


ACIG entrega kits para empresas participantes da Campanha Natal Sonho Dourado

ACIG entrega kits para empresas participantes da Campanha Natal Sonho Dourado