Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Lance Armstrong admite doping e vai depor contra alto escalão do ciclismo


terça-feira, 15/janeiro/2013
Lance Armstrong admite doping e vai depor contra alto escalão do ciclismo

Com exibição marcada para esta quinta-feira, a entrevista de Lance Armstrong ao programa de Oprah Winfrey promete abalar o mundo do ciclismo. Segundo fontes do jornal “The New York Times”, o americano não apenas admitiu ter se dopado durante sua carreira, como também acusou nomes do alto escalão do esporte e donos de equipes que acobertaram todo o esquema. A intenção é, com a delação, tentar uma redução da pena dada pela União Internacional de Ciclismo (ICU, na sigla em inglês), que o baniu do esporte.

A conversa com a apresentadora americana foi gravada em Austin, no Texas, nesta segunda-feira. Nela, Armstrong negou ter incentivado outros companheiros a se dopar, dizendo que apenas fazia o mesmo que os demais. Ainda durante a gravação, ele teria revelado conversas com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para testemunhar contra dirigentes da ICU. Ex-colega de equipe do ciclista, Floyd Landis, alegou publicamente que o ciclista lesou o país, já que a equipe pela qual ele competia era patrocinada pelo serviço nacional de correios. O órgão já teria demonstrado interesse em ser ressarcido pelo atleta e por seu agente, Bill Stapleton, já que mais de 30 milhões de dólares (mais de R$60 milhões) no time.

De acordo com o “NY Times”, Armstrong teria decidido revelar publicamente o esquema após um encontro com membros da Agência Antidoping Americana, incluindo o executivo chefe, Travis Tygart. Nesta conversa, Tygart teria se mostrado inclinado a rever o banimento do ciclista caso nomes de peso relacionados ao caso fossem expostos. A lista de possíveis alvos conta com Pa McQuaid, atual presidente da ICU, e Hein Verbrugen, que esteve no comando da entidade entre 1991 e 2005 e é membro honorário do Comitê Olímpico Internacional (COI).

– Esse cara é um enigma e ninguém sabe realmente o que ele vai fazer, não importa o que ele diga. Acho que ele tem os próprios demônios com que lidar, mas nada pode ser feito sobre sua pena vitalícia quando ele não fez nada para nos ajudar – disse o diretor geral da Agência Mundial Antidoping (Wada), David Howman.

Sem chance de reaver seus títulos da Volta da França, conquistados entre 1999 e 2005, Armstrong deseja competir em provas de triatlo e corrida. Como vários destes eventos são regidos por organizações que seguem o código da Wada, segundo o qual ele está banido pelo resto da vida, sua participação está inviabilizada no momento.

Lance Armstrong se defendeu das acusações de doping por quase uma década. O dossiê que determinou a punição do americano foi formado a partir dos depoimentos de 26 pessoas que tiveram contato com o ex-ciclista na época, além de exames laboratoriais, e-mails e relatórios. Além de perder os sete títulos da Volta da França, o americano também teve sua medalha de bronze nas Olimpíadas de Sydney 2000 retirada, além de outros títulos conquistados no período afetado. Para completar, perdeu oito patrocínios nos últimos meses e deixou a presidência da fundação Livestrong, criada por ele mesmo em combate ao câncer.

G1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Guarapuava terá campeonato de carrinho de rolimã

Vale do Jordão recebe caminhada na natureza neste domingo (24)

Campeonato Brasileiro de Cross Country agita Matinhos

Filipinho dá show, bate Jordy Smith na final e completa dobradinha em Trestles


Como funcionam as etapas de um treino de crossfit

Como funcionam as etapas de um treino de crossfit


Guaratuba recebe mais uma etapa do Circuito Insano de Triathlon

Guaratuba recebe mais uma etapa do Circuito Insano de Triathlon


Governador prestigia Circuito de Corrida de Rua em Guaratuba

Governador prestigia Circuito de Corrida de Rua em Guaratuba


​II Copa Fronteira de Futebol Americano acontecerá no domingo (10)

​II Copa Fronteira de Futebol Americano acontecerá no domingo (10)



CFW Agência de Internet