Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Benefícios da Carne de Cordeiro à Saúde

Como outros tipos de carne, a Carne do cordeiro é composto principalmente de proteína


quinta-feira, 14/janeiro/2016
Benefícios da Carne de Cordeiro à Saúde

A Carne de Cordeiro é a carne da ovelha – Ovis aries. É um tipo de carne vermelha, um termo utilizado para a carne dos mamíferos, que é mais rica em ferro do que a galinha ou peixe. A carne dos ovinos jovens, em seu primeiro ano, é conhecido como cordeiro, enquanto o carneiro é um termo usado para a carne da ovelhaadulta. A Carne de cordeiro é mais consumido curado (defumado e salgado), mas também é comum em algumas partes do mundo ser consumida processada. Sendo ricos em proteína de alta qualidade e muitas vitaminas e minerais, o cordeiro pode ser um excelente componente para uma dieta saudável.

Proteína da Carne de Cordeiro

Como outros tipos de carne, a Carne do cordeiro é composto principalmente de proteína. O teor de proteína magra do cordeiro cozido geralmente é 25-26 %. A carne de cordeiro é uma fonte de proteína de alta qualidade  e contém todos os aminoácidos essenciais necessários para o crescimento e manutenção do corpo. Por esta razão, comendo cordeiro, ou outros tipos de carne, pode ser especialmente benéfico para fisiculturistas, atletas e pacientes pós – cirúrgicos em recuperação. Simplificando, comer carne promove uma nutrição ideal, sempre que o tecido muscular precisa ser reconstituído ou trabalhado.

Gordura da Carne de Cordeiro

O cordeiro contém uma quantidade variável ​​de gordura, dependendo do nível do corte e da dieta do animal, idade, sexo e alimentação. O teor de gordura pode variar entre 17-21%. Ela é composta de gorduras saturadas e monoinsaturadas em quantidades aproximadamente iguais. A gordura do cordeiro (sebo) geralmente contém níveis ligeiramente mais elevados de gordura saturada do que a carne bovina e suína. A ingestão de gordura saturada tem sido considerada um fator de risco para doenças cardíacas, mas muitos dos novos estudos não encontraram qualquer ligação.

Ruminantes Gorduras Trans

O sebo do cordeiro contém uma família de gorduras trans, conhecidas como gorduras trans ruminantes. Ao contrário das gorduras trans encontradas nos alimentos processados, as gorduras trans ruminantes são consideradas benéficas para a saúde. A gordura trans ruminante mais comum é o ácido linoléico conjugado (CLA). Em comparação com outras carnes de ruminantes, como a carne de bovino, a carne de cordeiro contém a maior quantidade de ácido linoléico conjugado, que tem sido associado com vários benefícios para a saúde, tais como a massa de gordura corporal reduzida. Porém, as grandes quantidades encontradas em suplementos podem ter efeitos adversos para a saúde metabólica.

Vitaminas e Minerais

O cordeiro é uma fonte rica em muitas vitaminas e minerais. Abaixo estão as mais abundantes:

Vitamina B12: Importante para a formação do sangue e a função do cérebro, a vitamina B12 é encontrada apenas em alimentos de origem animal e está ausente nas dietas vegan. A deficiência de vitamina B12 pode causar anemia e danos neurológicos.

Selênio: A carne é muitas vezes uma fonte rica em selênio, embora isto dependa da origem alimentação do animal. O selênio tem várias funções importantes no corpo.

Zinco: Encontrado em grande quantidade no cordeiro, o zinco é geralmente muito melhor absorvido a partir da carne do que das plantas. É um mineral essencial, importante para o crescimento e a formação hormonal, tais como a insulina e a testosterona.

Niacina: Também chamado de vitamina B3, a niacina serve para uma variedade de funções importantes no corpo. A ingestão inadequada de niacina tem sido associada ao aumento do risco da doença cardíaca.

Fósforo: Encontrado na maioria dos alimentos, o fósforo é essencial para o crescimento e manutenção do corpo.

Ferro: Cordeiro é uma rica fonte de ferro, em sua maioria, na forma de ferro heme, que é altamente bio disponível e é absorvido de forma mais eficiente do que o ferro não heme encontrada nas plantas.

Além destes, o cordeiro contém um número de outras vitaminas e minerais em quantidades inferiores. De sódio (sal) que pode ser particularmente alto em alguns produtos processados a partir da carne do cordeiro, como o cordeiro curado.

Zoonutrientes

Além de vitaminas e minerais, a carne contém um número de nutrientes antioxidantes e bioactivos que possam afetar a saúde.

Creatina: Encontrado em altas quantidades na carne , a creatina é essencial como fonte de energia para os músculos . Suplementos de creatina são populares entre os fisiculturistas e pode ser benéfico para o crescimento e manutenção muscular.

Taurina: Um aminoácido antioxidante, encontrado no peixe e carne. Ele é formado no nosso próprio corpo e pode ser benéfico para o coração e os músculos.

Glutationa: Um antioxidante, presente em grande quantidade na carne. A carnedos animais alimentados com capim é particularmente rica em glutationa.

Ácido linoléico conjugado (CLA): Uma família de gorduras trans ruminantes que podem ter vários efeitos benéficos à saúde quando consumidos em quantidades normais de alimentos, tais como cordeiro, carne e produtos lácteos.

Colesterol: Um esterol encontrado na maioria dos alimentos de origem animal. O colesterol dietético não tem efeitos significativos sobre os níveis de colesterol no sangue. Como resultado, não é considerado como um problema de saúde.

Benefícios Saudáveis do Cordeiro

Como uma rica fonte de vitaminas, minerais e proteínas de alta qualidade, o cordeiro pode ser um excelente componente de uma dieta saudável.

Manutenção da Massa Muscular

A carne é uma das melhores fontes alimentares de proteína de alta qualidade. Na verdade, ele contém todos os aminoácidos que precisamos e é reconhecido como uma fonte de proteína “completa”. A proteína de alta qualidade é muito importante para a manutenção da massa muscular, especialmente em pessoas idosas. A ingestão de proteína inadequada pode acelerar e agravar a perda muscular relacionada com a idade, aumentando o risco de sarcopenia, uma condição adversa associada a massa muscular defasada. No contexto de um estilo de vida saudável e com exercício físico adequado, o consumo regular de cordeiro, ou outros alimentos de alta proteína, pode ajudar a preservar a massa muscular.

Melhora da Performance Física

Não só pode ajudar a preservar a massa muscular, mas também pode ser importante para a função muscular. O cordeiro contém um aminoácido chamado beta-alanina, que o organismo utiliza para a produção de carnosina, uma substância que é importante para a função muscular. A Beta-alanina é encontrada em grande quantidade na carne, como a do cordeiro, carne bovina e suína. Altos níveis de carnosina nos músculos humanos têm sido associados com a diminuição da fadiga e um melhor desempenho no exercício físico. Aderindo às dietas pobres em beta-alanina, como as dietas vegetarianas e veganas, o nível de carnosina nos músculos pode diminuir ao longo do tempo. Por outro lado, a tomar doses elevadas de suplementos de beta-alanina por 4-10 semanas, foi demonstrado que provoca um aumento de 40-80% na quantidade de carnosina nos músculos. Por esta razão, o consumo regular de cordeiro, ou outros alimentos ricos em beta-alanina, pode beneficiar os atletas e aqueles que querem otimizar seu desempenho físico.

Prevenção da Anemia

A anemia é uma condição comum, caracterizada pela baixa quantidade de células vermelhas no sangue e pela diminuição da capacidade do transporte de oxigênio no sangue. Os principais sintomas da anemia são a fadiga e fraqueza. A deficiência de ferro é uma das principais causas da anemia, mas pode ser facilmente evitada com estratégias dietéticas adequadas. A carne é uma das melhores fontes alimentares de ferro. Não se limita a conter ferro heme, uma forma altamente bio disponível do ferro, que melhora a absorção do ferro não-heme, a forma de ferro encontrado em plantas. Este efeito da carne não é totalmente compreendido e é conhecido como o “fator de carne“. O ferro heme é encontrado apenas em alimentos de origem animal e por este motivo, muitas vezes é pobre nas dietas vegetarianas e ausente nas  dietas veganas. Esta é uma parte da razão pela qual os vegetarianos são mais propensos ao risco de anemia do que os comedores de carne. Simplificando, comer carne pode ser uma das melhores estratégias alimentares para prevenir a anemia.

Cordeiro e a Doença Cardíaca

A doença cardíaca (doença cardiovascular) é uma das principais causas da morte prematura. Na verdade, é um grupo de várias condições adversas envolvendo o coração e os vasos sanguíneos, incluindo ataques cardíacos, derrames e hipertensão. Alguns estudos observacionais sobre a relação entre a carne vermelha e as doenças cardíacas apresentam resultados e conclusões mistas. Alguns estudos encontraram um aumento do risco, no caso de ingestão de grandes quantidades de ambas, carne processada e não processada. Ao passo que outros estudos encontraram o aumento do risco apenas pela carne processada. Não há provas concretas de apoio a este link. Estudos observacionais só revelam uma associação, mas não podem provar uma relação causal direta. Várias teorias têm sido propostas para explicar a associação entre a ingestão elevada de carne com a doença cardíaca. Obviamente, a alta ingestão de carne significa menos consumo de outros alimentos importantes para um coração saudável, como o peixe, frutas e legumes, o que também está ligado aos fatores de um estilo de vida pouco saudável; falta de atividade física, tabagismo e excessos. A maioria dos estudos observacionais tenta corrigir esses fatores. A teoria mais popular é a hipótese da dieta cardíaca. Muitas pessoas acreditam que a carne pode causar doença cardíaca porque contém quantidades elevadas de colesterol e gordura saturada, prejudicando o perfil lipídico no sangue. No entanto, a maioria dos cientistas concorda que o colesterol da dietanão é um fator de risco para doença cardíaca. Além disso, o papel das gorduras saturadas no desenvolvimento da doença cardíaca não está completamente claro. Muitos estudos não têm sido capazes de ligar gordura saturada com o aumento do risco da doença cardíaca. Em si, a carne não tem efeitos adversos sobre o perfil lipídico no sangue. O benefício da carne magra do cordeiro tem sido comparado com efeitos semelhantes como os encontrados nos peixes ou carnes brancas, como frango. No final do dia, o consumo moderado da carne magra do cordeiro é improvável que aumente o risco da doença cardíaca.

Cordeiro e Câncer

O câncer é uma doença caracterizada pelo crescimento anormal das células. É uma das causas mais comuns de morte no mundo. Alguns estudos de observação indicam que a ingestão de grandes quantidades de carne vermelha pode aumentar o risco do câncer de cólon ao longo do tempo. Nem todos os estudos suportam isso. Estudos observacionais não podem provar que a ingestão da carne realmente provoca câncer. Em vez disso, eles identificaram uma possível relação causal. Várias substâncias que se encontram na carne vermelha pode possivelmente aumentar o risco de câncer em seres humanos. Estes incluem as aminas heterocíclicas, que são uma classe de substâncias causadoras de câncer, formada quando a carne é exposta a temperaturas muito altas, como durante a fritura, cozimento etc. Elas são encontradas em grandes quantidades em carne bem passada e cozida demais. Estudos indicam consistentemente que comer carne cozida demais, ou de outras fontes alimentares de aminas heterocíclicas, pode aumentar o risco de vários tipos de câncer, incluindo o câncer de cólon, câncer de mama e câncer de próstata. Embora não haja nenhuma prova clara de que o consumo da carne cause câncer, parece sensato evitar comer grandes quantidades de carne cozida demais. A ingestão moderada de carne levemente cozida é provavelmente seguro e saudável, especialmente quando ela é cozida no vapor ou fervida.

dicasnutricao


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Fim da onda do food truck leva empresários a se reinventarem

Coca-Cola lança nova bebida no Brasil

Clube da Carne promove curso de churrasco

Bistrô Vivere Parvo, um dos melhores restaurante do litoral


Wine.com.br comemora aniversário com  mais de 60 viagens para os fãs de vinho

Wine.com.br comemora aniversário com mais de 60 viagens para os fãs de vinho


Quanto custa comer nos 10 melhores restaurantes da América Latina de 2017

Quanto custa comer nos 10 melhores restaurantes da América Latina de 2017


Fogo de Chão leva clientes aos Estados Unidos

Fogo de Chão leva clientes aos Estados Unidos


Brasil vai ganhar segunda unidade do Hard Rock Cafe

Brasil vai ganhar segunda unidade do Hard Rock Cafe