Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Chef quadruplica encomendas após lançar bolo de churros


sexta-feira, 09/janeiro/2015
Chef quadruplica encomendas após lançar bolo de churros

Bastou uma receita que contempla “quase 2,5 quilos de pura delícia com muito doce de leite argentino e churros” para mudar a vida do chef Bruno Veloso, de Brasília. Se você já teve suas redes sociais inundadas por imagens de bolos com a receita de bolo de churros, saiba que ele é o responsável por espalhar a guloseima pelo mundo.

No fim de novembro do ano passado, uma amiga encomendou um bolo tradicional a Bruno. O chef, que trabalha com doces e salgados sob demanda, decidiu então desenvolver a receita para subverter aquela que já era comum em confeitarias tradicionais: pão de ló com um toque de canela e doce de leite. Aliado aos ingredientes selecionados – como o doce de leite de origem Argentina -, o chef decidiu contornar sua obra de churros fritos e recheados.

Assim como faz com todos os seus trabalhos, montou o bolo na casa da própria cliente e fotografou. Ao divulgar nas redes, a febre estava lançada. “A foto foi compartilhada por Hugo Gloss [blogueiro de celebridades com mais de 1 milhão de seguidores no Instagram]. Depois de poucos minutos, comecei a receber encomendas”, relembra.

Seus seguidores no Instagram saltaram de mil para 15 mil. Os pedidos foram tantos que Bruno precisou encerrar novas demandas no fim de dezembro. “Para manter a qualidade e todos os processos de preparo, não aceito mais encomendas do que o meu tempo permite”, explica. A produção é artesanal: o cozinheiro trabalha na casa onde mora com a família, faz pessoalmente as compras, prepara, monta e entrega com próprio carro.

Até então, as encomendas variavam entre 4 e 5 por semana. Agora, recebe em média 30 pedidos. Os bolos de churros feitos por Bruno podem ter três tamanhos – 2,5kg, 3,5kg e 6,5 – e o preço varia entre R$ 180 e R$ 190. Só para o reveillón, o chef preparou 14 bolos, que levam de duas a três horas para ficarem prontos. Por conta do excesso de trabalho, Bruno ainda não teve tempo de calcular o faturamento do mês de dezembro, premiado com sua criação mais famosa. Porém, estima que o valor médio fique por volta de R$ 8 mil.

Desde o início da carreira, em 2008, Bruno pensa em abrir seu próprio negócio, plano que ainda não foi concretizado pela burocracia que o projeto envolve. Após o sucesso, avalia algumas propostas de investidores. Enquanto isso, se sente confortável trabalhando em casa e depois de passar o dia produzindo doces para vender, ainda cozinha para família e amigos. “Ontem mesmo fiz hambúrguer. Adoro fazer pizza. Se quiser me encontrar, passe pela minha cozinha!”

Estadao


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Fim da onda do food truck leva empresários a se reinventarem

Coca-Cola lança nova bebida no Brasil

Clube da Carne promove curso de churrasco

Bistrô Vivere Parvo, um dos melhores restaurante do litoral


Wine.com.br comemora aniversário com  mais de 60 viagens para os fãs de vinho

Wine.com.br comemora aniversário com mais de 60 viagens para os fãs de vinho


Quanto custa comer nos 10 melhores restaurantes da América Latina de 2017

Quanto custa comer nos 10 melhores restaurantes da América Latina de 2017


Fogo de Chão leva clientes aos Estados Unidos

Fogo de Chão leva clientes aos Estados Unidos


Brasil vai ganhar segunda unidade do Hard Rock Cafe

Brasil vai ganhar segunda unidade do Hard Rock Cafe