Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Governador entrega chaves da casa própria a 268 famílias de Guarapuava

Richa também anunciou a implantação de voo comercial regular no aeroporto de Guarapuava


sexta-feira, 01/julho/2016
Governador entrega chaves da casa própria a 268 famílias de Guarapuava

Mais 268 famílias de Guarapuava, na região Central do Paraná, receberam nesta quinta-feira (30) as chaves da casa própria. O governador Beto Richa esteve no município e entregou as moradias, junto com o prefeito César Silvestri Filho, o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, e o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.

Richa também anunciou a implantação de voo comercial regular no aeroporto de Guarapuava, autorizou obras da Sanepar e assinou contrato para implantação do projeto paisagístico do Jardim Europeu no Parque Municipal das Araucárias, que vai se tornar um Centro de Educação Ambiental.

RETOMADA – As obras de construção do Residencial 2000 estavam paradas há muitos anos e foram retomadas, após contrato com outra construtora. “A Felicidade e o entusiasmo das famílias neste momento é contagiante”, afirmou o governador. “Foi uma luta para concluir todas essas obras que não são poucas. Houve esforço da prefeitura, do Governo do Estado, da Caixa (Caixa Econômica Federal) e da construtora que assumiu as obras”, disse ele.

A entrega das chaves para as 268 famílias marcou a conclusão das primeiras etapas do empreendimento de R$ 32 milhões e que beneficiará, ao todo, 500 famílias. O investimento é uma parceria do governo estadual, governo federal e prefeitura. Apenas nesta etapa, foram investidos cerca de R$ 17,2 milhões.

“Um grande projeto, agora já com etapas concluídas e entregues. Uma forte parceria que ajuda muito as famílias”, disse o prefeito César Silvestre Filho. “Hoje, em Guarapuava, chegamos perto de mil famílias atendidas com moradias nos últimos anos”, explicou.

TRABALHO INTEGRADO – O presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, disse que a entrega das moradias do Residencial 2000 representa uma vitória. Ele ressaltou que as moradias valem R$ 100 mil. “As famílias nunca poderiam comprar uma residência dessa sem a ajuda do poder público. É mais que moradia, é conforto, segurança e qualidade de vida”, disse. Até o final do ano, informou, serão entregues mais 800 unidades para Guarapuava.

O empreendimento, explicou Lupion, é resultado do trabalho integrado do poder público, que no caso do governo estadual contou com a participação da Cohapar, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU) e Sanepar na viabilização da construção dos imóveis e também em obras de infraestrutura para atender os novos moradores.

Foram investidos R$ 4,8 milhões em recursos do tesouro estadual, além de um empréstimo de mais R$ 1,6 milhão na forma de financiamento à prefeitura de Guarapuava por meio da SEDU.

Os subsídios foram usados para permitir a continuidade e conclusão dos imóveis, que são destinados ao atendimento de famílias com renda mensal de até R$ 1.600. São esses subsídios que garantem que as famílias paguem prestações de no máximo R$ 80.

Famílias comemoram perspectiva de uma vida melhor 

A dona de casa Marilaine Rodrigues, de 28 anos, vivia numa casa improvisada, instalada num antigo depósito de farinha. Ela, o marido e os cinco filhos, sendo um cadeirante, ocupavam um único cômodo dividido com cortinas de lona. O banheiro também era improvisado, em outra sala fora do local. “Era uma situação bem difícil, porque lá era muito pequeno e úmido”, explica Marilaine.

Com as chaves da casa nova, ela espera ter uma vida mais feliz. “Vai ser 100% melhor. Cada um vai ter o seu espaço, com banheiro dentro de casa”, conta. “Eu sempre sonhei em dar uma moradia melhor para os meus filhos e esse momento finalmente chegou”, disse ela.

Outra família beneficiada é a de Romalina Cardoso, de 39 anos. A auxiliar de serviços gerais criou os cinco filhos em uma pequena casa de madeira às margens de um rio, em Guarapuava. “A gente vivia num verdadeiro barraco do lado do rio. Até os bombeiros e o conselho tutelar foram lá para interditar a casa por causa do risco, mas nós não tínhamos pra onde ir”, conta Romalina.

Com a necessidade de desempenhar o papel de pai e mãe da família, ela nunca teve condições de se mudar para outro local. “Qualquer chuva eu já pensava se ia conseguir sair de casa pra trabalhar ou se ia conseguir voltar depois, porque sempre alagava”, relata. “Eu não via a hora de poder mudar. Parece que eu ainda estou sonhando, acho que só vou acordar quando passar a primeira noite tranquila na casa nova”.

Linha aérea será mais um indutor de desenvolvimento

O voo comercial no aeroporto de Guarapuava será implantado a partir de incentivo fiscal previsto no protocolo firmado entre o governador Beto Richa e a Azul Linhas Aéreas Brasileiras. “Será mais um forte indutor do desenvolvimento desta região”, afirmou o governador. Pelo acordo, há redução de dois pontos percentuais na carga tributária do ICMS nas compras de querosene de aviação, para cada nova cidade que passe a ser atendida pelo serviço. O primeiro município é Ponta Grossa.

Em Guarapuava, explicou o governador, o voo comercial será implantado assim que forem finalizadas a reforma e investimentos no aeroporto, para que ele seja habilitado para voos comerciais e aviões de grande porte. Pelo acordo, a empresa instalará voos comerciais também em Umuarama (Noroeste) e Pato Branco (Sudoeste).

Sanepar amplia abastecimento de água para as famílias do loteamento

A ordem de serviço assinada pelo governador Beto Richa atende obras de ampliação do sistema de abastecimento de água voltada ao loteamento Residencial 2000. É uma parceria entre o Ministério das Cidades, Governo do Paraná e Prefeitura de Guarapuava. “É uma grande parceria que temos com Guarapuava. Investimentos em saneamento garantem saúde e qualidade de vida para a população”, disse o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.

Richa também autorizou os procedimentos para licitar a ampliação do sistema no distrito de Entre Rios – com aumento de produção, adução e reservação para atendimento aos bairros Colônia Vitória e Jordãozinho. Serão beneficiadas mais de 2 mil famílias.

Em Guarapuava, estão em andamento obras que somam R$ 11 milhões: a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vila esperança, do Distrito de Entre Rios; a primeira etapa da ETE Vassoural, que vai beneficiar quase 50.000 famílias; e a ampliação da rede coletora de esgoto nos bairros Xarquinho e Industrial.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do estado em: www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Encapuzados invadem casa e matam empresária; namorado foi poupado

Guaratuba recebe do governo área do futuro Parque de Eventos

Guaratuba tem serviço de alerta de tempestades por SMS

Comitê gestor apresenta projeto para instalação da radioterapia na unidade II do Hospital São Vicente


Curso sobre Compras Governamentais está com inscrições abertas

Curso sobre Compras Governamentais está com inscrições abertas


Agentes realizam serviços socioambientais na região de Guarapuava

Agentes realizam serviços socioambientais na região de Guarapuava


Buraco na pista fecha aeroporto de Foz e atrasa voos

Buraco na pista fecha aeroporto de Foz e atrasa voos


Governo chama mais 100 servidores concursados para Saúde

Governo chama mais 100 servidores concursados para Saúde