Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Governo garante instalação do Hospital Sírio-Libanês do Paraná


terça-feira, 15/janeiro/2013
Governo garante instalação do Hospital Sírio-Libanês do Paraná

O governador Beto Richa firmou nesta terça-feira (15/01), no Palácio Iguaçu, convênio que permitirá a construção e instalação do Hospital Sírio-Libanês do Paraná (Saben), em Curitiba. O hospital filantrópico – sem fins lucrativos – é mantido pela Sociedade Árabe de Beneficência do Paraná e contará com 220 leitos hospitalares com atendimento para usuário do Sistema Único de Saúde (SUS).

A construção do empreendimento tem início no primeiro semestre deste ano e inicia o atendimento em 2016. A primeira fase do projeto contempla a construção de uma unidade hospitalar, um centro de ensino e pesquisa com foco na capacitação profissional e um centro de diagnóstico e terapias ambulatoriais. O Sírio-Libanês do Paraná realizará atendimentos em cardiologia, ortopedia, neurocirurgia, oncologia, cirurgia bariátrica, entre outras.

“É uma importante conquista para todo o Estado que ganha mais um estabelecimento de referência em atendimento na área da saúde. Este projeto demonstra a perseverança e a determinação da comunidade árabe do Paraná que persegue este objetivo há mais de 20 anos”, afirmou Richa.

Na solenidade, o governador assinou o termo de cessão de uso de imóvel do Estado, um terreno de 10 mil metros quadrados, situado no bairro Vila Izabel, na Rua Tamoios. A autorização tem validade de 50 anos, que podem ser prorrogados, de acordo com a Lei Estadual nº 17.462 de 02/01/2013. “O governo celebra importantes parcerias com instituições e entidades para garantir uma melhor qualidade de vida para toda a população”, disse o governador.

O presidente da Sociedade Árabe de Beneficência do Paraná, Rached Hajar Traya, disse que o ato da doação do terreno pelo Estado consolida um projeto iniciado em 1993. “Este hospital representa a retribuição da comunidade árabe ao povo paranaense, que aqui acolheu os nossos imigrantes”, destacou. Segundo ele, nas fases seguintes do projeto serão implantados serviços de atendimento de urgência e emergência e parcerias operacionais com outras instituições, como o hospital Sírio-Libanês de São Paulo e o Hospital do Coração de São Paulo.

O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, afirmou que a nova unidade preencherá lacunas do sistema de saúde em diversas áreas. “É um hospital que se integrará ao sistema de saúde do Estado permitindo o acesso de serviços de qualidade a todos os paranaenses”. Ele destacou que poderão ser contratados serviços com o hospital, por meio do Hospsus, programa de apoio aos hospitais públicos e filantrópicos do SUS do Paraná.

O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Paulo Salamuni, afirmou que há outras possibilidades de fonte de recursos, como captação por parte dos países árabes, parceiros e por meio de emendas parlamentares.

CERTIFICADO – Durante a cerimônia, Richa e o presidente da Câmara Municipal de Curitiba entregaram ao presidente da Sociedade Árabe de Beneficência do Paraná, Rached Hajar Traya, o certificado de revalidação a lei que concede a entidade como Utilidade Pública Municipal.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

CFW Agência de Internet