Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Guarapuava conta com programa Família Acolhedora

Os interessados devem procurar a Fundação Proteger para mais informações sobre o cadastro e a inscrição.


quinta-feira, 11/maio/2017
Guarapuava conta com programa Família Acolhedora

Hoje, quinta-feira (11), foi laçado em Guarapuava o programa Família Acolhedora. Uma parceria entre a Prefeitura de Guarapuava e o Poder Judiciário, o programa tem como objetivo auxiliar crianças e adolescentes que são afastados temporariamente do convívio familiar de origem. “A presença de tantas pessoas aqui nos faz ter certeza de que o projeto irá dar certo. E todos podem ajudar a encontrar famílias vocacionadas para a missão de cuidar das nossas crianças e adolescentes. Famílias fortes e com entusiasmo para enfrentar essa missão e ajudar o projeto a dar certo”, disse o prefeito, Cesar Silvestri Filho.

Para a Juíza da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Guarapuava, Rafaela Zarpelon, o engajamento da comunidade e do poder público cumpre a responsabilidade e as leis do Estatuto da Criança e do Adolescente. “Temos essa preocupação em comum de garantir o direito da política pública de proteção às crianças e adolescentes. A partir de agora, com o Família Acolhedora, poderemos oferecer um tratamento de melhor qualidade para esse público que está em extrema vulnerabilidade, pois isso só é possível com atendimento individualizado e uma participação ativa de vida familiar e comunitária”, enfatizou.

O programa cadastra e capacita famílias da comunidade para receber em suas casas, por período determinado, crianças, adolescentes ou irmãos em situação de risco pessoal e social. “Família é fundamental para o desenvolvimento de nossas crianças. Esse programa é um exemplo e que trará benefícios afetivos e emocionais que transformarão a vida delas para sempre. Este é um momento de muita alegria para todos”, completou a Deputada Estadual, Cristina Silvestri.

Para participar, é preciso ter no mínimo 21 anos, sem restrição ao sexo e estado civil, não estar inscrito no Cadastro Nacional de Adoção, residir no mínimo há 1 ano em Guarapuava, participar do processo de habilitação e das atividades do serviço e parecer psicossocial favorável, expedido pelo Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora. “Essas crianças perderam tudo, e as famílias precisam dar afeto e carinho. Precisamos encontrar as pessoas certas para essa missão e todos aqui hoje precisam ajudar a ampliar o número de envolvidos, para que possamos atender todas as crianças de Guarapuava”, destacou o promotor de Justiça, Juliano Marcondes Paganini.

A seleção das famílias inscritas será feita através do estudo e análise de documentação.. As famílias selecionadas assinarão um termo de adesão que será homologado pelo Juízo da Vara da Infância e Juventude. “Assumimos esse desafio a partir de hoje e todos que participarão assumirão, junto conosco, em um gesto de amor e solidariedade, o papel de ajudar os acolhidos. Proporcionar a eles uma vida de amor, afeto, carinho e igualdade não tem preço. Esta é uma solução concreta que atenderá e mudará a vida deles”, finalizou a Presidente da Fundação Proteger, Eliane De Carli.

Cinco famílias, a princípio, serão selecionadas em Guarapuava. A intenção é aumentar esse número gradativamente, conforme a demanda. Os interessados devem procurar a Fundação Proteger para mais informações sobre o cadastro e a inscrição.

 


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Guarapuavanos participam da campanha “Esqueça um Livro”

Deputado se reúne com Secretário de Estado para tratar do curso de Medicina na Unicentro

Paraná reforça campanha para evitar que óleo vá para a rede de esgoto

Prefeito Cesar Filho acompanha execução de obras em Guarapuava


Quina de São João tem 12 apostas ganhadoras: cada uma leva R$ 11,6 milhões

Quina de São João tem 12 apostas ganhadoras: cada uma leva R$ 11,6 milhões


Há um ano em funcionamento, Escola Antônio Lustosa é referência no ensino de qualidade em Guarapuava

Há um ano em funcionamento, Escola Antônio Lustosa é referência no ensino de qualidade em Guarapuava


Polícia apreende quatro toneladas de carne roubada em churrascaria de Curitiba; dono foi preso

Polícia apreende quatro toneladas de carne roubada em churrascaria de Curitiba; dono foi preso


“Esqueça um Livro” está de volta

“Esqueça um Livro” está de volta



CFW Agência de Internet