Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Guarapuava terá 1º Crematório de Animais da região

O empreendimento, localizado próximo ao Parque Jordão, já está com 50% das obras concluídas e tem previsão de funcionamento a partir de dezembro.


segunda-feira, 11/setembro/2017
Guarapuava terá 1º Crematório de Animais da região

Está sendo construído em Guarapuava o 1º Crematório de Animais de pequeno porte da região. A estrutura, idealizada e realizada pela iniciativa privada, contou com o apoio da Prefeitura de Guarapuava. São 1.600m² de área que terá crematório individual ou coletivo para animais de até 100kg, cinerário, câmara fria, sala de despedidas, jardim, entre outros serviços. O empreendimento, localizado próximo ao Parque Jordão, já está com 50% das obras concluídas e tem previsão de funcionamento a partir de dezembro.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Celso Araújo, para viabilizar a construção desse tipo de estrutura, é necessário obter licenças operacionais, feitas por meio de alvarás e certidões, emitidas pela Secretaria de Meio Ambiente e IAP (Instituto Ambiental do Paraná). “Desde 2015, viabilizamos em Guarapuava a Descentralização Ambiental, no qual ficamos responsáveis pela emissão licenciamentos de pequeno e médio porte na área urbana, como corte de árvores e anuência para atividades nas áreas de turismo e lazer, comércio e serviços, construção civil, indústria, entre outros. Com a descentralização os prazos foram reduzidos, beneficiando assim, empreendimentos como o crematório de animais, no qual a secretaria emitiu uma Certidão de Uso e Ocupação de Solo”, esclareceu Celso Araújo.

Para o médico veterinário, Fábio Ferro, empreendedor do crematório de animais de Guarapuava, o trabalho executado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente foi muito importante, pois possibilitou o andamento da solicitação das autorizações legais em muito menos tempo. “Perder um animal de estimação é uma situação difícil, principalmente para o dono. Além da tristeza de ficar sem o amigo, nem todos têm ideia do que fazer e para onde levar o corpo do bichinho. Nosso empreendimento foi idealizado para minimizar a dor da perda, garantindo um destino digno ao animal de estimação. Nada disso seria possível sem os devidos documentos autorizativos emitidos também pela Prefeitura de Guarapuava”, finalizou Fábio Ferro.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Bacharelado em Educação Física é o oitavo melhor do sul do país, entre 92 ofertas

Manutenções preventivas afetam abastecimento em Entre Rios

Granizo causa estragos na Região de Curitiba e no litoral do Paraná

Cesar Silvestri Filho palestra sobre PPPS municipais em Foz do Iguaçú


Guaratuba recebe Cartão de Pagamento de Defesa Civil para ocorrências emergenciais

Guaratuba recebe Cartão de Pagamento de Defesa Civil para ocorrências emergenciais


Pesquisa aponta as melhores empresas para trabalhar no Paraná

Pesquisa aponta as melhores empresas para trabalhar no Paraná


Black Friday é aposta de lojistas paraguaios para impulsionar vendas antes do Natal

Black Friday é aposta de lojistas paraguaios para impulsionar vendas antes do Natal


Vereadores de Curitiba aprovam projeto de lei que proíbe uso de narguilé em lugares públicos

Vereadores de Curitiba aprovam projeto de lei que proíbe uso de narguilé em lugares públicos