Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Horas depois de levar R$ 12 mil em eletrônicos, três são pegos em flagrante pela polícia


quinta-feira, 05/outubro/2017
Horas depois de levar R$ 12 mil em eletrônicos, três são pegos em flagrante pela polícia

Dois suspeitos, ambos de 19 anos, foram presos em flagrante e um adolescente de 17 anos, apreendido por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), suspeitos de roubar cerca de R$ 12 mil em eletrônicos, na quarta-feira (4), horas após o roubo. O trio foi localizado nos bairros Bacacheri e Capão da Imbuia, em Curitiba. Uma arma foi apreendida. Os jovens estão envolvidos em um roubo em um centro comercial na rua Nicarágua, no bairro Bacacheri, em Curitiba, no mesmo dia da prisão.

Um dos suspeitos foi abordado por uma policial da DFR no momento em que tentava fugir do local. Com ele, foi encontrado um revólver e munições calibre 32. O outro envolvido e o adolescente foram abordados em uma residência na rua Agamenon Magalhães, no bairro Capão da Imbuia.

Segundo a polícia, um dos suspeitos e o adolescente foram reconhecidos pelas vítimas. Já o comparsa não foi reconhecido, porém confessou que participou do roubo. De acordo com o delegado-operacional da DFR, André Gustavo Feltes, os três suspeitos entraram no shopping e renderam um vigilante.

O delegado relata que o alvo dos criminosos foram duas lojas de eletrônicos. Em um dos comércios foram roubados cerca de R$ 8 mil em produtos. Na outra loja, o prejuízo foi de R$ 4 mil.

Após cometer o roubo, os três tentaram fugir em direção à avenida Nossa Senhora da Luz. “Foi aí que a policial, que passava pelo local e percebeu a movimentação, conseguiu abordar um deles. Na sequência, a agilidade da investigação culminou com a identificação dos demais autores”, explica o delegado.

Mesmo sem histórico criminal, segundo Feltes, Rodney já foi autuado por uso de drogas. Ele também foi denunciado por expor imagens íntimas de uma ex-namorada. Gabriel já havia sido preso em maio deste ano por roubo. No último dia 22 de setembro, ele foi flagrado ao pilotar uma motocicleta com a placa adulterada com fita adesiva e sem carteira de habilitação.

O menor foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente (DA) e vai responder por ato infracional análogo a roubo. Os outros dois suspeitos seguem custodiados no Setor de Carceragem Temporária (Secat) e irão responder por crime de roubo e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Prisão

Após três anos sendo procurado pela Justiça, um homem de 23 anos, foi preso na terça-feira (3), por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), no bairro Ferraria, em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Durante a abordagem o suspeito estava no trabalho, em uma oficina mecânica, na avenida Arapongas.

O rapaz é o último integrante de uma quadrilha que aterrorizava famílias durante diversos roubos a residência. Ele foi condenado a mais de 14 anos de reclusão pelos crimes de roubo, associação criminosa e corrupção de menores.

De acordo com a polícia, contra o suspeito havia quatro mandados de prisão expedidos, sendo um expedido pela 2ª Vara de Execuções Penais, pela condenação, e outros três de prisão preventiva, expedidos pelas 1ª, 2ª, e 14ª Varas Criminais de Curitiba.

Segundo o delegado-operacional da DFR, André Gustavo Feltes, o suspeito fazia parte de um grupo que, em 2013, foi responsável por pelo menos 16 roubos a residências. “Na época, 12 pessoas foram presas e outros cinco menores foram apreendidos”, revela o delegado completando que, dos integrantes da quadrilha, três acabaram mortos em situações ligadas a outros crimes.

Conforme apurou o delegado, Capistrano também é suspeito de ter cometido uma série de roubos em 2014, quando houve uma onda de crimes, em que os criminosos se utilizavam de uniformes dos Correios para ter acesso aos imóveis. “Os criminosos agiam de um modo peculiar, já que as casas eram previamente selecionadas e escolhidas a dedo. Entre as vítimas, há vários empresários, policiais, e até membros do judiciário”, relata.

O suspeito foi encaminhado ao setor de carceragem temporária (Secat) da DFR e aguarda liberação de vaga no sistema penitenciário, para onde deverá ser transferido.

 

BandaB


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Governo do Paraná divulga tabela de vencimento do IPVA-2018

Acidente entre Ferrari e Jetta assusta moradores no Alto da Glória

Acidente entre caminhões e ônibus deixa feridos na BR-277, em Guarapuava

Manifestantes voltam a liberar o trânsito alternadamente na região de Pinhão


Festa do Caranguejo em Paranaguá espera vender 24 mil crustáceos em cinco dias

Festa do Caranguejo em Paranaguá espera vender 24 mil crustáceos em cinco dias


Aeroporto de Ponta Grossa terá novo aporte financeiro

Aeroporto de Ponta Grossa terá novo aporte financeiro


Juiz determina desocupação imediata da Pr-170 em Pinhão

Juiz determina desocupação imediata da Pr-170 em Pinhão


Moradora de Paranaguá fatura R$ 1 milhão do prêmio especial de Natal do ‘Nota Paraná’

Moradora de Paranaguá fatura R$ 1 milhão do prêmio especial de Natal do ‘Nota Paraná’