Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Itaipu e prefeitura anunciam parceria para erguer mercadão

O custo do Mercado Municipal é estimado em R$ 13 milhões e deve ser construido na antiga Cobal.


quinta-feira, 10/agosto/2017
Itaipu e prefeitura anunciam parceria para erguer mercadão

O mercado municipal de Foz do Iguaçu, uma das mais obras mais aguardadas pela população local, será construído na área da antiga Cobal, na Vila A. O galpão e o terreno serão repassados em regime de comodato para o Parque Tecnológico Itaipu. Toda a estrutura será reaproveitada para o projeto. Boa parte da obra será financiada pela Itaipu Binacional e pelo PTI.  O custo é estimado em R$ 13 milhões. O cronograma das obras ainda não foi definido, mas a revitalização do espaço deve ter início imediato.

A decisão foi acertada nesta quarta-feira, 9, pelo diretor geral-brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, e o prefeito Chico Brasileiro, numa reunião no Centro Executivo da Itaipu, no final da tarde. O vice-prefeito de Foz, Nilton Bobato, o diretor superintendente do PTI, Ramiro Wahrhaftig e a diretoria da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) também participaram. Uma parceria futura para a construção de um segundo mercado municipal, num outro modelo, na Vila Portes, também foi discutida.

O anúncio da construção do primeiro mercado municipal – projeto da Itaipu e PTI,  foi feito nos 100 dias na nova administração municipal. O prefeito Chico Brasileiro comemorou a data neste dia 9, com esse presente para a cidade. “A parceria com a Itaipu celebra um novo momento, um tempo de acreditar em Foz. Apesar do pouco tempo de governo, já podemos ver a cidade crescer”, disse o prefeito.

O mercado da antiga Cobal tem uma ligação histórica com a construção de Itaipu e o desenvolvimento da Vila A. O espaço, que está vazio, será ocupado por um polo de economia solidária.  A proposta é unir num mesmo local abastecimento, integração cultural e social, além de divulgar e fomentar a diversidade cultural da região, com a geração de emprego e renda.

Como será?

O espaço contará com 60 lojas, entre hortifrutigranjeiros, açougue, peixaria, laticínios e frios, empório, bebidas, mercearia, temática, étnica, quiosque e restaurante. A projeção é gerar 500 empregos diretos e indiretos. Entre outros benefícios, o espaço permitirá a valorização da agroindústria regional, produção e a comercialização de produtos da agricultura familiar.

Para o diretor-geral brasileiro, o mercado municipal vai criar um novo espaço de convívio e servirá como atrativo turístico e de lazer, tanto para os moradores locais quanto para os turistas que visitam a região. “O espaço atenderá uma demanda reprimida da comunidade e será uma opção a mais para os visitantes”, disse.

Sustentável

O mercado municipal também deve ser sustentável, com eficiência energética, utilizando para isso várias plataformas para economizar e gerar energia. Entre as ferramentas pensadas está o aproveitamento da água captada da chuva, iluminação solar, e produção de energia fotovoltaica.

Outros projetos

Durante a apresentação da concepção do mercado municipal, também foram debatidos outros temas de interesse da prefeitura local, que mantém várias parcerias com a Itaipu e a FPTI, da área de prevenção à saúde até a revitalização urbana do município.

Fonte: Assessoria


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
COEME orienta acadêmicos para a prova do ENADE

Estudantes de medicina são apreendidos com anabolizantes

Guaratuba também adere ao Movimento Nacional de Desenvolvimento Sustentável Nós Podemos

Ratinho Junior reúne lideranças do PSD em Ponta Grossa


Construtores de Ponta Grossa realizam protesto na Caixa

Construtores de Ponta Grossa realizam protesto na Caixa


Marcio Nunes afirma que assessor preso por corrupção será exonerado nesta 6ª feira

Marcio Nunes afirma que assessor preso por corrupção será exonerado nesta 6ª feira


Trecho da BR-277 é interditado após acidente com vazamento de produto tóxico

Trecho da BR-277 é interditado após acidente com vazamento de produto tóxico


Assessor do deputado Marcio Nunes é preso em Maringá por suspeita de corrupção

Assessor do deputado Marcio Nunes é preso em Maringá por suspeita de corrupção