Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Marca-passo de bebê à espera no PR é enviado por engano à Argentina


quarta-feira, 28/janeiro/2015
Marca-passo de bebê à espera no PR é enviado por engano à Argentina

O marco-passo que Isabelly Vitória, bebê paranaense de 15 meses com uma imunodeficiência grave, deveria receber até a quarta-feira (26) foi transportado por engano para Buenos Aires, de acordo com o Governo do Paraná.
A criança, natural de Rolândia, se recupera de transplante de medula óssea e está internada desde setembro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas, em Curitiba, à espera do aparelho.
O equipamento custa R$ 500 mil e foi comprado pelo Estado depois de decisão da Justiça, publicada em novembro de 2014. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) ressalta que pediu urgência no pedido, mas a empresa responsável, Micromedical, a única que vende o marca-passo específico no Brasil o enviou, “por engano”, para a Argentina. O produto entregue no endereço errado deve retornar para o Brasil.
Pedida a devolução imediata do equipamento, diz o governo, a empresa afirmou que o prazo de entrega, agora, é de mais 55 dias. Por isso, o Estado enviou pedido à Justiça para que o aparelho seja entregue em, no máximo, sete dias. A Justiça ainda não se pronunciou sobre o caso.

O representante da Micromedical, Ubirajara Condé, no entanto, afirma que é impossível atender o prazo solicitado pelo governo estadual. Segundo ele, o erro foi da empresa que fez o transporte.
“Estamos tomando as providências necessárias para que o marca-passo chegue o quanto antes. O erro foi no transporte, sendo que foi levado para o lugar errado. Infelizmente, aconteceu. Agora, calculamos que o aparelho seja entregue até 15 de fevereiro. É o que podemos fazer”, explica. “Nós lamentamos o ocorrido, mas está tudo controlado”, afirma o representante.
O pai da criança, Wagner Mello, também lamenta – e muito, segundo ele – mais atraso. “É angustiante. Só a família entende o que é esperar para ver sua filha bem. Vamos ter fé para que chegue, né? O que me deixa mais tranquilo é que o médico disse que está tudo sob controle”, comenta. Ele afirma que não espera a hora de ter a filha em casa. “Conto os dias. Já disse para o médico que vou cuidar dela em casa do mesmo jeito que eles cuidam na UTI”. O estado de saúde de Isabelly é considerado grave, mas estável.

 

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Bernardo Carli homenageia advogada Teresa Arruda Alvim na Assembleia Legislativa

Justiça bloqueia bens de deputados por uso irregular de verba oficial

Câmara de Londrina cassa o mandato do vereador mais votado do Paraná

Jatinho que levava dupla Maiara e Maraisa sai da pista em aeroporto após pneu estourar


Dia das Crianças é festejado com recreação e distribuição de brinquedos

Dia das Crianças é festejado com recreação e distribuição de brinquedos


Rompimento de rede por terceiros afeta bairros de Guarapuava

Rompimento de rede por terceiros afeta bairros de Guarapuava


Instituto emite alerta de temporal no Paraná

Instituto emite alerta de temporal no Paraná


Blitz surpresa recolhe 13 veículos em Guaratuba

Blitz surpresa recolhe 13 veículos em Guaratuba