Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Maré baixa preocupa moradores e turistas no Litoral do Paraná

Por mais que o fenômeno assuste algumas pessoas que passam pelo litoral, quem é especialista diz que não há motivos para se preocupar.


segunda-feira, 09/outubro/2017
Maré baixa preocupa moradores e turistas no Litoral do Paraná

Quem mora no do litoral do Paraná já se acostumou com o fenômeno. Nas últimas semanas a maré seca voltou a aparecer e muitos moradores e turistas encontraram as praias com pouquíssima água. Por conta da intensidade diversas embarcações ficaram encalhadas, segundo marinheiros da região.

Por mais que o fenômeno assuste algumas pessoas que passam pelo litoral, quem é especialista diz que não há motivos para se preocupar. De acordo com o professor Maurício Almeida Noernberg, do Centro de Estudos do Mar, é algo dentro da normalidade.

“Você tem a variação normal da maré ao longo do mês, principalmente nas luas cheias e luas novas, onde temos uma variação mais acentuada. Existem efeitos meteorológicos que podem intensificar isso, como os ventos de quadrante de nordeste, ele tira a água da costa e a maré baixa ainda mais”, explicou o especialista.

Além disso, a orientação para quem é marinheiro é sempre ficar atento aos alertas repassados pela Capitania dos Portos. Através dos avisos é possível saber se é seguro, ou não, navegar na área.

Pescadores
Mas para quem é pescador, a notícia é até boa. Isso porque a pesca de mariscos fica mais fácil e o lucro pode ser maior para quem trabalha na região.

“Durante esse período, em todos os anos, a maré baixa bastante. A gente sabe que quando a maré baixa a retirada de mariscos – ostras e sururu – fica melhor. Só prejudica, às vezes, para sair com a embarcação, já que ela fica mais distante”, disse Edmir Manoel Ferreira, presidente da Federação de Pescadores do Paraná.

Em agosto desse ano a maré baixa também apareceu. O trapiche, que serve de embarque para turistas, ficou totalmente visível e os moradores da Ilha dos Valadares, em Paranaguá, encontraram dificuldades na hora de atravessar o Rio Itiberê rumo ao outro lado da cidade.

 

 

 

TribunaPr


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Governo do Paraná divulga tabela de vencimento do IPVA-2018

Acidente entre Ferrari e Jetta assusta moradores no Alto da Glória

Acidente entre caminhões e ônibus deixa feridos na BR-277, em Guarapuava

Manifestantes voltam a liberar o trânsito alternadamente na região de Pinhão


Festa do Caranguejo em Paranaguá espera vender 24 mil crustáceos em cinco dias

Festa do Caranguejo em Paranaguá espera vender 24 mil crustáceos em cinco dias


Aeroporto de Ponta Grossa terá novo aporte financeiro

Aeroporto de Ponta Grossa terá novo aporte financeiro


Juiz determina desocupação imediata da Pr-170 em Pinhão

Juiz determina desocupação imediata da Pr-170 em Pinhão


Moradora de Paranaguá fatura R$ 1 milhão do prêmio especial de Natal do ‘Nota Paraná’

Moradora de Paranaguá fatura R$ 1 milhão do prêmio especial de Natal do ‘Nota Paraná’