Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Polícia Civil deflagra Operação Evangelium e prende quadrilha de falsos importadores

Onze mandados judiciais foram cumpridos durante a ação, sendo quatro de prisão e sete de busca e apreensão.


segunda-feira, 06/março/2017
Polícia Civil deflagra Operação Evangelium e prende quadrilha de falsos importadores

Quatro pessoas com idade entre 29 e 37 anos, suspeitas de integrar uma associação criminosa voltada a falsa venda de máquinas hospitalares, celulares, entre outros produtos, foram presas na manhã desta segunda-feira (06) durante a Operação “Evangelium”, desencadeada pela Delegacia de Estelionato (DE) em Curitiba e Região Metropolitana (RMC).

Onze mandados judiciais foram cumpridos durante a ação, sendo quatro de prisão e sete de busca e apreensão. A operação foi realizada nos bairros Portão, Água Verde, Novo Mundo, Fazendinha, Cajuru, bem como no município de Colombo. Segundo o que foi apurado durante as investigações, as principais vítimas da quadrilha eram médicos e proprietários de clínicas radiológicas.

“Essas pessoas chegaram a ser lesadas em mais de R$1 milhão”, afirma o delegado titular da especializada, Wallace de Oliveira Brito. De acordo com a polícia, o grupo era liderado por Cleverson Cavalheiro dos Santos, 37 anos, que ‘vendia’ supostas mercadorias junto com sua esposa Rafaele Carvalho Ignachewski, 29 anos, e com outro casal identificado como Emílio Cristiano Marcondes, 36 anos e sua esposa Fernanda Hortência Natel Camargo, 34 anos.

Os suspeitos comercializavam as falsas mercadorias importadas com um preço atraente, prometendo agilidade na entrega dos equipamentos e produtos negociados, porém esses produtos sequer existiam.

Santos e Rafaelle são donos de uma escola particular chamada Evangelium, situada no bairro Água Verde, e utilizavam de sua boa influência para lesar as vítimas. Investigações apuraram que o colégio era utilizado para lavagem de parte do dinheiro que os suspeitos conseguiram nas fraudes.

“Nenhuma pessoa recebeu a mercadoria. Eles utilizavam a fama que tinham no mercado por serem donos de um colégio e cometiam as fraudes. Todos os envolvidos no esquema criminoso foram presos durante os cumprimentos de mandado judicial”, relata o delegado.

Todos responderão pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, documental, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Os suspeitos permanecem presos à disposição da Justiça.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Sem seguro, polícia recupera Land Rover de R$ 140 mil e faz alegria de curitibano

Prefeitura traz palestra com Marcos Meier para encontro dos servidores da Educação

Aberto o concurso de Decoração Natalina: Natal Luz em Guaratuba

Campus Santa Cruz desenvolve ações no Novembro Azul


Encapuzados invadem casa e matam empresária; namorado foi poupado

Encapuzados invadem casa e matam empresária; namorado foi poupado


Guaratuba recebe do governo área do futuro Parque de Eventos

Guaratuba recebe do governo área do futuro Parque de Eventos


Guaratuba tem serviço de alerta de tempestades por SMS

Guaratuba tem serviço de alerta de tempestades por SMS


Comitê gestor apresenta projeto para instalação da radioterapia na unidade II do Hospital São Vicente

Comitê gestor apresenta projeto para instalação da radioterapia na unidade II do Hospital São Vicente