Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Polícia prende quadrilha que roubou banco em Andirá

O Siate foi acionado para socorrer os dois suspeitos feridos, mas eles não resistiram aos ferimentos.


sexta-feira, 10/março/2017
Polícia prende quadrilha que roubou banco em Andirá
Uma quadrilha especializada em roubo a bancos foi surpreendida e desmantelada pela Polícia Militar de Londrina na tarde desta quinta-feira (9). Houve confronto, dois suspeitos morreram, um foi preso e quatro estão sendo procurados por uma força-tarefa especializada no combate a esse tipo de crime nas regiões Norte e Noroeste do estado – a unidade é formada por policias civis e militares.

De acordo com o tenente-coronel Antônio Carlos Campos Júnior, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar, a suspeita é que a quadrilha atuava no Paraná e também no Paraguai, país de origem de um dos assaltantes mortos. Os criminosos teriam participado do roubo a banco na cidade de Andirá na madrugada de quarta-feira (8). No crime, os bandidos queimaram dois caminhões roubados na rodovia para impedir que a polícia chegasse até a cidade. A suspeita é de que cerca de 20 pessoas, fortemente armadas, participaram da ação.

A prisão dos criminosos em Londrina ocorreu após uma denúncia anônima, via 190, sobre um carro com placas de Andirá. Foi constatado o alerta de roubo e dentro do veículo os policiais encontraram uma espingarda calibre 12 carregada, três malotes dos correios com identificação de Andirá e dois coletes balísticos.

Ao checarem os demais veículos na rua, os PMs se depararam com uma camionete Hilux, com uma grande quantidade de explosivos na carroceria. Pelos vidros ainda se observava mais armamento no seu interior: uma metralhadora e uma espingarda calibre 12.

Enquanto os policiais faziam o isolamento do local, até a chegada do esquadrão antibombas para remover os explosivos, outras denúncias foram feitas dando conta de que uma casa ao final da rua estava sendo ocupada por homens com atitude suspeita. “Segundo relatos, estava ocorrendo nos últimos dias uma grande movimentação, com diversos veículos com placas de fora da cidade, e, inclusive, que na madrugada de quinta se ouvia sons de marretas batendo em metal”, explicou o tenente coronel.

Tendo em vista a periculosidade da quadrilha, diante da ação empregada em Andirá, os policiais solicitaram apoio de PMs do Choque de Londrina para a abordagem na casa. Dois homens reagiram e foram atingidos. Outro suspeito foi preso. Quatro fugiram e estão sendo procurados pelas polícias Militar e Civil.

O Siate foi acionado para socorrer os dois suspeitos feridos, mas eles não resistiram aos ferimentos. Com eles, os policiais encontraram uma pistola, sendo que um paraguaio morto estava armado com uma pistola calibre .40, da Polícia Civil – objeto de furto ou roubo.

“A delegacia de Andirá irá apurar o roubo ocorrido da cidade e aqui em Londrina foi aberto inquérito que tentará identificar os demais envolvidos na quadrilha. As buscas prosseguem com a força-tarefa que atua contra roubo a bancos na região e é conduzida pelo delegado Rafael Souza Pinto”, explicou o delegado Osmir Ferreira Neves Junior, que recém assumiu a 10.ª Subdivisão Policial de Londrina.

No total a Polícia Militar apreendeu duas espingardas calibre 12, uma metralhadora 9mm, uma pistola Jericho 9mm, uma pistola Taurus Calibre .40 da Polícia Civil proveniente de furto ou roubo. Também foram recolhidas 398 munições de calibre 9mm, 193 de calibre 12, 10 de calibre .40, 80 de calibre 556, quatro coletes balísticos, oriundos de roubos a bancos e pertencentes a empresas de vigilância e ainda malotes com notas de R$ 50, manchadas com tintas de segurança dos caixas eletrônicos.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

CFW Agência de Internet