Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Projeto Samuzinho reconhece 826 alunos de escolas municipais como “Amigos do Samu”

De acordo com a Secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy, este é apenas a primeira edição


terça-feira, 15/dezembro/2015
Projeto Samuzinho reconhece 826 alunos de escolas municipais como “Amigos do Samu”

Na tarde desta terça-feira (15), o espírito de cidadania tomou conta da formatura do Samuzinho. O projeto das secretarias de Saúde e Educação, em parceria com o Samu, tem por objetivo conscientizar os alunos das escolas municipais a respeitos dos pedidos de urgência e emergência através do 192. Ao todo, 826 estudantes do 1º ao 4º ano receberam certificados. “Muito além da aprendizagem em sala de aula, é importante ensinarmos nossas crianças sobre os cuidados com os primeiros socorros. Dessa maneira, nossos estudantes saberão como proceder com segurança em situações de risco”, comenta o prefeito Cesar Silvestri Filho.

Os “Amigos do Samu” fazem parte da primeira turma do projeto que foi desenvolvido durante esse ano, sendo contempladas as escolas Benedita dos Santos, Alcindo de França Pacheco, Irene Guimarães Pupo e Padre Estanislau Cebula. O curso ensinou noções básicas de primeiros socorros, como massagem cardíaca e aplicação de compressas de gelo, por exemplo. O estudante Kaique de Andrade, 10, participou das atividades do Samuzinho e agora se sente mais preparado para ajudar quem precisa. “Aprendi que em casos de emergência devemos principalmente manter a calma, tranquilizar quem precisa e acionar o Samu no número 192”, descreve o estudante.

De acordo com a Secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy, este é apenas a primeira edição do projeto Samuzinho, pois bons programas devem ter continuidade. “Estamos gratos por fazer parte de um projeto que, ao mesmo tempo, aproxima nossas crianças do trabalho realizado pelo Samu e planta a semente de uma consciência cidadã. Para o ano que vem pretendemos levar a ideia a outras escolas de Guarapuava”, descreve a secretária.

Para o coordenador do projeto Samuzinho, Marcos Aurélio de Lima, a iniciativa superou as expectativas com a participação e comprometimento das crianças ao longo dos três dias de curso. “É satisfatório que nosso objetivo tenha sido alcançado, pois despertamos o interesse nas crianças, tornando-as parceiras do Samu”, completa.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Prefeitura de Ponta Grossa oferece 1,2 mil vagas em cursos profissionalizantes pelo Pronatec

Quase 500 toneladas de lixo são retiradas das praias do Paraná em um mês

Denúncia de maus tratos e abandono de animais pode ser feita pelo Portal da Prefeitura de Guaratuba

Suspeitos de tráfico de drogas são detidos em Guaratuba, no litoral do Paraná


Bernardo cumpre agenda em Guarapuava e região tratando de investimentos na Educação

Bernardo cumpre agenda em Guarapuava e região tratando de investimentos na Educação


Trem é atingido por deslizamento de terra na ligação entre Curitiba e o litoral do Paraná

Trem é atingido por deslizamento de terra na ligação entre Curitiba e o litoral do Paraná


Motorista que matou criança e invadiu casa em Guarapuava não tem CNH, diz PM

Motorista que matou criança e invadiu casa em Guarapuava não tem CNH, diz PM


Caminhão atropela duas crianças na calçada e invade casa em Guarapuava; menino de 4 anos morreu

Caminhão atropela duas crianças na calçada e invade casa em Guarapuava; menino de 4 anos morreu