Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Transporte rodoviário mais que dobra e já é o segundo do País

Atrás apenas de São Paulo, apontam dados da mais recente


sexta-feira, 29/setembro/2017
Transporte rodoviário mais que dobra e já é o segundo do País
As safras recordes, o crescimento do agronegócio e o novo ciclo de industrialização impulsionaram o setor de transporte rodoviário no Paraná. O setor mais que dobrou de tamanho em cinco anos e já é o segundo maior do País, atrás apenas de São Paulo, apontam dados da mais recente Pesquisa Anual de Serviços, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2010, o setor gerava uma receita bruta de R$ 11,4 bilhões no Estado. O faturamento chegou a R$ 27,1 bilhões em 2015, um avanço de 137% no período. Com isso, o Paraná passou da quinta colocação (7,9% do movimentado no País) para a segunda posição (11,1%).

O Paraná superou Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. São Paulo, na primeira posição, gera receitas de R$ 73,6 bilhões (30,2% do total). O setor de transporte rodoviário, que inclui tanto o de passageiros quanto de cargas, movimenta R$243,8 bilhões por ano no Brasil. Em cinco anos, cresceu 68%.

“O setor de transporte rodoviário sempre foi tradicional no Paraná, por conta da movimentação agrícola, mas o processo de industrialização do Estado, incentivado pelo programa Paraná Competitivo nos últimos anos, também contribuiu para o desenvolvimento do setor”, diz Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes).

POSITIVO – O setor viveu um ciclo positivo, principalmente entre 2010 e 2014, com o crescimento da economia, de acordo com Marcos Battistella, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Paraná (Setcepar).

“A partir de 2015, o transporte de cargas sentiu os efeitos da crise, sobretudo com a redução da demanda da indústria e da construção civil. O agronegócio, contudo, continuou a crescer”, disse. Para Battistella, o Paraná, com o crescimento do agronegócio e a instalação de novas indústrias, tem tudo para se firmar como um dos maiores mercados do setor no País.

EMPREGOS – De acordo com o IBGE, o setor gera mais de 160 mil empregos no Estado. Entre 2010 e 2015, mesmo com a recessão, o número de pessoas ocupadas teve aumento de 48,7%, passando de de 108.623 para 161.538.

O número rendeu uma participação paranaense de 9,1% do total de pessoal empregado no Brasil. O volume movimentado por salários no setor aumentou 132% – de R$ 1,61 bilhão para R$ 3,74 bilhões. A pesquisa mostra que o número de empresas também aumentou – passando de 11.885 em 2010 para 18.295 em 2015.

Termômetro da economia, setor continua a crescer em 2017

Em 2017, o transporte rodoviário continua a crescer. Impulsionados pela boa safra agrícola, serviços de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correios tiveram alta de 12,8% de janeiro a julho na comparação com mesmo período do ano passado, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE.

Suzuki Júnior, do Ipardes, comenta que o setor funciona como uma espécie de “termômetro” da economia. Se a economia vai bem, a movimentação de cargas e produtos pelas rodovias – da indústria até os pontos de venda – também aumenta.

A expectativa, de acordo com Marcos Battistella, presidente do Setcepar. Battistella, é de retomada mais forte do transporte de cargas em 2017 e 2018. “O que vemos é que alguns setores pararam de cair e outros estão retomando os serviços”, diz.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Obra de grande porte causa desvio no trânsito por vários dias

PRF apreende armamento escondido em Palio, na BR-277

Homem contrata programa sexual, se depara com travestis e procura polícia por ‘extorsão’

Pérola do Oeste doa alimentos arrecadados no natal para SOS


Homem que aplicou golpes em mercados da região é preso em Laranjeiras

Homem que aplicou golpes em mercados da região é preso em Laranjeiras


IAP alerta para proteção da restinga no Litoral do Estado

IAP alerta para proteção da restinga no Litoral do Estado


Prefeitura de Guaratuba trabalha em alguns pontos que ainda estão com alagamentos

Prefeitura de Guaratuba trabalha em alguns pontos que ainda estão com alagamentos


Duas pessoas são presas com R$ 5 mil em notas falsas, no Paraná

Duas pessoas são presas com R$ 5 mil em notas falsas, no Paraná