Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Projeto de lei estimula reflexões sobre o combate à violência da mulher


terça-feira, 03/março/2015
Projeto de lei estimula reflexões sobre o combate à violência da mulher

Foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (03), projeto de autoria da Deputada Maria Victória (PP) que institui nas escolas estaduais do Paraná a “Semana Estadual Maria da Penha”. Segundo o projeto, no mês de março de cada ano, serão realizadas atividades nos colégios estaduais com o objetivo de explicar aos alunos sobre a Lei Maria da Penha, que criminaliza e pune atos de violência contra a mulher. A ideia é estimular reflexões contra atos de violência e também conscientizar a comunidade escolar sobre a importância do respeito aos direitos humanos.

“Trata-se de uma medida preventiva de conscientização a partir de um trabalho educacional de humanização, respeito e informação, para que a violência contra a mulher não ocorra e, caso aconteça, seja denunciada e repreendida”, disse Maria Victória.

O projeto segue agora para as demais comissões permanentes da Assembleia antes de seguir ao plenário para votação.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Ecocataratas comunica bloqueio na BR-277 nos próximos três dias

Ônibus Lilás volta a atender mulheres no Interior

Suspeito de atirar contra adolescente é preso no Litoral

Youtuber leva tiro na cabeça no litoral do Paraná, diz PM


Corpo de Bombeiros forma nova turma com113 guarda-vidas

Corpo de Bombeiros forma nova turma com113 guarda-vidas


Secretaria da Mulher realiza campanha de prevenção ao assédio no carnaval

Secretaria da Mulher realiza campanha de prevenção ao assédio no carnaval


Polícia prende suspeitos de pedir dinheiro em nome do IAP

Polícia prende suspeitos de pedir dinheiro em nome do IAP


Homem é preso por tentar atirar contra ex-namorada em Guarapuava, diz PM

Homem é preso por tentar atirar contra ex-namorada em Guarapuava, diz PM