Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

PT afasta temporariamente vereadora suspeita de forjar sequestro, no PR


quinta-feira, 10/janeiro/2013
PT afasta temporariamente vereadora suspeita de forjar sequestro, no PR

O Partido dos Trabalhadores decidiu afastar a vereadora de Ponta Grossa Ana Maria de Holleben da legenda. O afastamento temporário, por 60 dias, foi decidido em reunião do partido, realizada na noite de quinta-feira (9).

Segundo o partido, o afastamento deve durar o mesmo tempo das investigações policiais sobre o caso do falso sequestro. De acordo com a Polícia Civil, Ana Maria forjou o crime para não participar da sessão que escolheria o novo presidente da Câmara de Vereadores.

Além dela, outras quatro pessoas são suspeitas de envolvimento com o caso. Eles foram indiciados por formação de quadrilha, falsa comunicação de sequestro e fraude processual. A vereadora chegou a passar uma semana presa. Também na quinta-feira, ela recebeu um habeas corpus e ganhou a liberdade. A decisão judicial também determinou que ela passe por um tratamento psiquiátrico.
A saída dela do quartel dos Bombeiros de Ponta Grossa, onde estava presa, foi conturbada. No meio da tarde, várias pessoas que a apoiam estavam em frente ao local onde ela permanecia. Em dado momento, uma caminhonete com vidros escuros saiu do quartel, onde ela provavelmente estaria.
Mais tarde, a polícia informou que ela ainda não havia sido liberada naquele momento. Só então, Ana Maria saiu do prédio. Ela estava com um pano preto, cobrindo a cabeça. Bombeiros a acompanharam na saída do quartel.

g1


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus