Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Alimentação saudável foi pauta na III Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional

O evento aconteceu no Salão Nobre da Faculdade Campo Real


quarta-feira, 31/maio/2017
Alimentação saudável foi pauta na III Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional

Durante toda essa quarta-feira (31), a Prefeitura de Guarapuava em parceria com o Comsea (Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional) e a Caisan (Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional de Guarapuava), realizaram a III Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. O evento aconteceu no Salão Nobre da Faculdade Campo Real e contou com a presença de servidores de diversas secretarias municipais, professores, acadêmicos e comunidade em geral. De acordo com a presidente do Consea, Luciana Belinski, objetivo da terceira edição foi reafirmar a discussão da Política de Segurança Alimentar e Nutricional em Guarapuava. “Avaliamos a efetivação da inclusão das proposições feitas nas outras edições da conferência. Além disso, identificamos os avanços desses últimos dois anos para garantir a sua eficiência. Mais uma vez tivemos ótimos resultados”, esclareceu Belinski.

A terceira edição foi dividida em dois turnos. Pela manhã foi realizada a apresentação do Caisan, composta pelas secretarias municipais de Administração; Finanças; Assistência social; Agricultura; Meio Ambiente e Educação e Cultura. “Estamos aqui hoje para ouvir a sugestão de cada um dos participantes, pois sabemos que novas ideias podem ser um diferencial para nossa causa. Temos a responsabilidade de propor iniciativas. A conferência nos auxilia nessa missão da alimentação saudável para toda a população”, enfatizou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Ari Bona.

Em seguida, aconteceu a palestra sobre a “Política de Segurança Alimentar e a efetivação do Plano Nacional e Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional e os desdobramentos de ações no município”, ministrada pela professora Caryna Eurick Mazur da Unicentro.

Por fim, foram iniciados os debates sobre todas as pautas propostas, que seguiram por toda a tarde. “Temos que aproveitar esse momento de união para efervescer ainda mais a discussão e as soluções para ter uma alimentação mais saudável, equilibrada e segura. Em Guarapuava, foram desenvolvidos programas e projetos importantes que visam toda essa qualidade alimentícia. Iniciativas essas que mostram como é importante cuidar do alimento que está dia a dia na mesa de todos”, concluiu o vice-prefeito e secretário de Agricultura e Turismo, Itacir Vezzaro.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Para emagrecer, é melhor cortar gordura ou carboidrato? Novo estudo afirma que tanto faz

Doação de órgãos cresce e bate novos recordes no Paraná

Dermatologistas ensinam como retirar o glitter do corpo no Carnaval

Carnaval também requer cuidados especiais com a pele


Por que os surfistas têm 3 vezes mais chances de ter bactérias super-resistentes no corpo

Por que os surfistas têm 3 vezes mais chances de ter bactérias super-resistentes no corpo


Energéticos têm impacto negativo em jovens, diz estudo

Energéticos têm impacto negativo em jovens, diz estudo


​​Praticar corrida de rua requer alguns cuidados para evitar lesões

​​Praticar corrida de rua requer alguns cuidados para evitar lesões


Estudo afirma que café pode diminuir risco de câncer de próstata

Estudo afirma que café pode diminuir risco de câncer de próstata