Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Mais de seis mil brasileiros estudam medicina no Paraguai

Segundo o diretor da universidade Rodrigo Afara, mais de 3.500 alunos brasileiros estão estudando medicina em Ciudad del Este e em Pedro Juan Caballero


quinta-feira, 10/março/2016
Mais de seis mil brasileiros estudam medicina no Paraguai

Segundo dados repassados pelo Centro de Migração de Ciudad del Este (Paraguai), mais de seis mil brasileiros estão realizando o curso de medicina no outro lado da fronteira. O levantamento mostra que o Paraguai está sendo considerado um dos países mais importantes da América Latina na área de medicina e por isso é o destino de muitos brasileiros que querem realizar o sonho de se tornarem médicos. Metade desses brasileiros estudam na Universidade Politécnica e Artística do Paraguai (UPAP). Segundo o diretor da universidade Rodrigo Afara, mais de 3.500 alunos brasileiros estão estudando medicina em Ciudad del Este e em Pedro Juan Caballero que faz divisa com  Ponta Porã no Mato Grosso do Sul. O restante se espalha por universidades de outras localidades inclusive em Assunção. (Lilian Céspedes / Foto: Roger Meireles)


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Para emagrecer, é melhor cortar gordura ou carboidrato? Novo estudo afirma que tanto faz

Doação de órgãos cresce e bate novos recordes no Paraná

Dermatologistas ensinam como retirar o glitter do corpo no Carnaval

Carnaval também requer cuidados especiais com a pele


Por que os surfistas têm 3 vezes mais chances de ter bactérias super-resistentes no corpo

Por que os surfistas têm 3 vezes mais chances de ter bactérias super-resistentes no corpo


Energéticos têm impacto negativo em jovens, diz estudo

Energéticos têm impacto negativo em jovens, diz estudo


​​Praticar corrida de rua requer alguns cuidados para evitar lesões

​​Praticar corrida de rua requer alguns cuidados para evitar lesões


Estudo afirma que café pode diminuir risco de câncer de próstata

Estudo afirma que café pode diminuir risco de câncer de próstata