Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Casal que comprou terreno à vista no centro de BC descobre que foi vítima de golpe

"Fomos vitimas de uma quadrilha que falsificou toda a documentação de uma família, que reside em Londrina"


quarta-feira, 26/julho/2017
Casal que comprou terreno à vista no centro de BC descobre que foi vítima de golpe

O diretor comercial Waldyr Cury Jr. sofreu um golpe imobiliário há 1 ano e resolveu ex pôr sua situação no Facebook. O desabafo, que já chegou a quase 2 mil compartilhamentos, conta a saga dele e de sua mulher, Carla Vaccaro de Carvalho, tentando realizar o sonho de construir a casa própria. Depois de procurar o terreno, escolher, pagar, registrar o imóvel, fazer o projeto da casa, dar entrada na prefeitura, sondar o solo, e o sonho prestes a se tornar realidade, eles descobriram que caíram em um golpe!

Confira o relato na íntegra:

“FUI VÍTIMA DE UM GOLPE DE ESTELIONATO! Fui vitima de um golpe mesmo fazendo tudo dentro da lei e ate agora nada!! Estou revoltado com esse país!!!! 😤😤😤😤😤
Pessoal, hoje resolvi compartilhar um golpe de que fui vítima à exatamente um ano atrás… Envolvendo um terreno no centro de Balneário Camboriú, e vocês mais do que ninguém sabem o quanto custa caro!!!!!!!! Vou lhes explicar tentando ser breve, mas é a única forma que eu encontrei de isso chegar à alguma autoridade que me ajude a resolver isso. Cansei, não consigo mais esperar, isso está me consumindo à cada dia!
Por favor, só peço pra que você compartilhe, por que já perdemos as esperanças…. 😰

Em janeiro de 2016, eu e minha mulher resolvemos comprar um terreno para construir nossa casa. Após meses de procura, encontramos duas corretoras através do site Zap imóveis, e elas nos mostraram muitos imóveis e terrenos, mas em meados de Maio, encontramos o terreno que tanto gostaríamos, perto da rua do Angeloni da 4 avenida, perfeito para fazer uma casa. Mais precisamente na rua 2070. Depois de um mês de negociação, fechamos o valor à vista (que estava dentro da média de preço daquela região) e nós é quem pagamos a comissão das corretoras, no valor de 20 mil reais.
Então, marcamos um dia no 1º tabelionato, nós, as corretoras e os “donos” do imóvel. Fizemos lá, toda documentação presencialmente, de contrato a escritura para não ter nenhuma problema né??????? 😟😟😟
Fizemos tudo por dentro da lei, nada por fora, inclusive a escritura foi feita no valor INTEGRAL que pagamos, comissões, etc…etc..
A escritura foi aprovada. Tudo certo, foi aprovado, nenhuma documentação falsa, nenhum problema, enfim, TUDO OK!
Pagamos então, os “DONOS”, com 4 cheques todos à vista, um para cada um dos três filhos, e um para eles. Inclusive, um dos “filhos” estavam juntos na hora da venda. Tudo dentro da sala de reuniões do próprio 1• Tabelionato de BC!
Vamos ao próximo passo, então.. Registrar o imóvel!
A minha mulher deu entrada na documentação para registar em nome dela, e como estava TUDO 100% certo, o registro de imóveis saiu em 7 dias, em nome de Carla Vaccaro de Carvalho.
Começamos então à realizar os projetos arquitetônicos, pois como minha irmã é arquiteta, queríamos agilizar o MAXIMO possível! Em menos de 1 mês, o projeto INTEIRO estava pronto. Demos entrada na prefeitura, sondamos o solo com uma empresa de sondagem, em fim… TUDO PERFEITO! Um sonho, não?😰😰😰
Fui viajar e recebo uma ligação da minha mulher, chorando, dizendo que havía recebido uma ligação do tabelionato dizendo que a gente tinha sido vitima de um golpe!!! Prontamente, eu falei: amor, o terreno está REGISTRADO em seu nome, nada pode acontecer depois disso! (Será???) E aí.. enfim.. toda a história começou!😔

Fomos vitimas de uma quadrilha que falsificou TODA a documentação de uma família, que reside em LONDRINA! E toda essa documentação passou pelo tabelionato de BC. Simplesmente fomos vítimas de um golpe. O pior de tudo: até hoje, não recebemos as comissões das corretoras, que não acham justo nos devolver pois “realizaram” o trabalho delas. Não recebemos de volta o imposto do imóvel, que pagamos integral, e sabe como está o processo??? O processo está assim:
Nós: provando que compramos e fizemos tudo dentro da Lei e que somos um terceiro de boa fé que ainda somos dono do imóvel, o qual TEMOS a escritura em nosso nome.

Os verdadeiros donos? Estão brigando para provar que o imóvel é deles.

Nós, brigando para reverter nosso dinheiro.
Os bandidos: sumidos, é obvio, com todo o dinheiro…… 😤😤😤😤😤😤

E aí, quem está errado? NÓS? OU O BRASIL? POR FAVOR, ABRE TEUS OLHOS, SOMOS CIDADÃOS DO BEM, PAGAMOS TODOS OS IMPOSTOS, E VAMOS PERDER TODO O DINHEIRO? NINGUÉM SE RESPONSABILIZA??

Sim, acredite, isso pode acontecer, sabe por que? Por que já estamos à um ano, naquele “troca-troca” de farpas judiciais de um lado para o outro, e ainda NADA, NADA aconteceu, e provavelmente não vai acontecer. E eu, que tenho 23 anos, fico à mercê de entender de uma linguagem jurídica, que infelizmente não foi feita para um cidadão “médio”, mas só para especialistas…….. Infelizmente, eu estou muito triste, meu sonho: de construir uma casa pra morar? E meu sonho? E meu dinheiro? CADÊ? BRASIL, ABRE TEUS OLHOS!
Me ajudem a compartilhar esta história, para que isso chegue nas mãos de alguém de bem, tenho TUDO para provar, TUDO, posso provar cada coisinha que falei, e explicar minuciosamente.”


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Nota de Falecimento

A história do caminhoneiro que se assumiu crossdresser e roda o Brasil de salto alto

PRF recolhe carro de luxo de Blumenau com mais de R$ 15 mil em dívidas

Turistas são flagrados com fogão e botijão de gás na areia em Balneário Camboriú


Gusttavo Lima posta vídeo ‘roubando’ milho em rodovia de Goiás para fazer pamonha: ‘Deus, perdoa nós’

Gusttavo Lima posta vídeo ‘roubando’ milho em rodovia de Goiás para fazer pamonha: ‘Deus, perdoa nós’


Prouni 2018: inscrições poderão ser feitas entre 6 e 9 de fevereiro

Prouni 2018: inscrições poderão ser feitas entre 6 e 9 de fevereiro


Bruno Gagliasso publica vídeo de Titi mergulhando em Noronha

Bruno Gagliasso publica vídeo de Titi mergulhando em Noronha


Pabllo Vittar quer mirar público adolescente em 2018 – e diz não temer críticas

Pabllo Vittar quer mirar público adolescente em 2018 – e diz não temer críticas