Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Crise econômica cria dificuldades para sucessão familiar

Este cenário pode, no entanto, piorar em tempos de crise econômica


segunda-feira, 01/fevereiro/2016
Crise econômica cria dificuldades para sucessão familiar

Estudo realizado pela consultoria PwC aponta que somente uma em cada três empresas familiares têm um plano de sucessão, ou seja, aproximadamente 34%. De acordo com o levantamento, feito em 40 países, a média global é de 53%.

 

Este cenário pode, no entanto, piorar em tempos de crise econômica. A consultora Geovana Donella, CEO da Donella & Partners, defende que, em momentos como este, os protagonistas do processo de sucessão familiarpodem estar muito focados nos pilares de sustentação da companhia (financeiro, ambiental e social) e, com esta postura, podem se desviar do processo estabelecido como o ideal para a sucessão.

 

Jonas Moriki, diretor financeiro da Murah Tecnologies, empresa especializada em soluções customizadas de Compliance, Risco e Controles Internos, Auditoria, Continuidade de Negócio e Governança, está sendo preparado para assumir a empresa.

 

O executivo concorda com a consultora e acredita que a crise econômica cria ainda mais dificuldades para umasucessão familiar. “As dificuldades aumentam, pois em momentos de crise o foco acaba sendo 100% a travessia da crise e também a criação de alternativas para crescer dentro de um ambiente político-econômico instável. Em ambientes de estabilidade política e crescimento econômico, toda e qualquer mudança fica mais fácil”, analisa.

Isabella Faria, Diretora Comercial da LC Indústria de Cosméticos, que tem se preparado para comandar a empresa, também compartilha da mesma opinião. Para ela, a crise cria instabilidade de mercado e isso afeta diretamente a sucessão familiar.

 

“A sucessão é um processo delicado que precisa assegurar a perpetuidade da empresa. Neste contexto, garantir a saúde perpétua do negócio em um mercado instável torna-se mais complicado”, destaca.

 

Maiores desafios para a sucessão familiar

 

Jonas acrescenta que os maiores desafios da sucessão familiar ficam a cargo do empreendedor que criou a empresa e que deve, com o tempo, distribuir suas funções e se afastar da operação cotidiana.

“O empreendedor normalmente possui uma relação de criador-criatura com a empresa e esta ruptura é importantíssima para que a sucessão ganhe legitimidade, para que o sucessor tenha autonomia de trabalho e respeito dentro da empresa”.

Isabella acrescenta outros desafios para a sucessão familiar, como a divergência de valores e ideais entre os fundadores e sucessores e o estabelecimento de uma governança corporativa eficaz e funcional.

“Há também outros dois pontos importantíssimos: a profissionalização contábil da empresa, separando o que é gasto de pessoa física e jurídica; e o controle da emoção, que muitas vezes sobrepõe à razão”.

Ciclo de vida de empresas familiares

 

Geovana Donella, CEO da Donella & Partners, destaca que o ciclo de vida de empresas familiares é sempre definido em quatro fases: fundação, crescimento, apogeu e declínio. “Sendo assim, a sucessão é um desafio importante e vital para ser instituído. Vale fortalecer o conceito que o momento ideal para se pensar na sucessãoé aquele onde se possa ser coordenado de forma organizada, com passos e procedimentos que possam ser feitos de forma efetiva, rigorosa e com muita atenção”, acrescenta.

 

“Este processo não deve ser feito de forma desorganizada ou brutal, o que causaria impacto negativo para todas as partes envolvidas”, finaliza.

 


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Pesquisa Aponta : Mulheres gordinhas são melhores de Cama do que as magras

Peter Mayle, escritor britânico, morre aos 78 anos

Traficantes são presos pela PM em Guarapuava

Foragida é localizada em Balneário Camboriú depois de postar foto em rede social


Fenômeno ‘arco-íris de fogo’ é flagrado em Caraguatatuba

Fenômeno ‘arco-íris de fogo’ é flagrado em Caraguatatuba


Sou obrigado a pagar os 10% da conta no restaurante?

Sou obrigado a pagar os 10% da conta no restaurante?


Nota de Falecimento

Nota de Falecimento


A história do caminhoneiro que se assumiu crossdresser e roda o Brasil de salto alto

A história do caminhoneiro que se assumiu crossdresser e roda o Brasil de salto alto