Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Prefeitura de Florianópolis libera venda de bebidas de todas as marcas nas praias

A iniciativa da Sesp foi bem intencionada, marcas anteriores exploravam o serviço sem qualquer contrapartida


terça-feira, 29/dezembro/2015
Prefeitura de Florianópolis libera venda de bebidas de todas as marcas nas praias

Em nome da “livre concorrência” na venda de refrigerantes e cervejas nas praias de Florianópolis, o prefeito Cesar Souza Jr anunciou na manhã desta terça-feira, 29, que os comerciantes credenciados junto à Secretaria de Serviços Públicos (Sesp) poderão oferecer ao público qualquer produto. A medida, que contraria o edital formulado pela Sesp, vale desde que seja mantida a oferta de itens pertencentes à empresa vencedora da licitação: Brasil Kirin. A proibição da venda de itens de outras marcas repercutiu negativamente entre segunda e terça-feira nas redes sociais, veículos de comunicação locais e nacionais e também nos canais oficiais da Prefeitura de Florianópolis.

“A iniciativa da Sesp foi bem intencionada, marcas anteriores exploravam o serviço sem qualquer contrapartida. No entanto, tem que valer mais forte a vontade da população, e as redes sociais são um instrumento poderoso para ouvi-la. O que faremos é garantir que não apenas um grande grupo imponha seus produtos, mas que exista diversidade de opções”, explicou o prefeito em sua página no Facebook.

O titular da Sesp, Eduardo Garcia, acrescenta a necessidade de readequação de termos do contrato com a Brasil Kirin no que diz respeito, principalmente, ao item de exclusividade.

— Já estamos conversando com a empresa para reconstruir o contrato e dar essa flexibilização aos comerciantes, tanto nas vendas, quanto na publicidade das tendas nas praias. Continuará se dando preferência à marca vencedora, mas sem restrição. O prefeito teve sensibilidade para não prejudicar os turistas — defende.

Até às 14h10min a reportagem não havia conseguido contato com a empresa Brasil Kirin que, em Santa Catarina, tem sede em Blumenau.

Fiscalizações continuam

A determinação passa a valer no mesmo dia, mas até o início da tarde os comerciantes ainda não haviam sido comunicados oficialmente. Informada pela reportagem da Hora, a líder do comércio ambulante, Adriana Santos de Oliveira Monteiro, comemorou a decisão da prefeitura de Florianópolis.

— Que notícia boa que estás me dando! Eu estava pensando em entrar com medida administrativa para reverter a situação, mas meu advogado disse que a situação mudaria. No sábado, seguranças estiveram na minha barraca e reviraram toda a mercadoria, na maior arbitrariedade — revelou ela que lidera a Associação dos Ambulantes das Praias de Florianópolis.

Segundo o titular da Sesp, o órgão não fez nenhuma apreensão e tampouco aplicou multas aos comerciantes com tenda credenciados.

— Nos dias 25, 26, 27 e ontem estivemos nas praias, mas só apreendemos itens de vendedores irregulares. Continuaremos a fiscalização nos próximos dias. Hoje vamos a três praias do Norte da Ilha e já vamos explicar sobre a nova determinação da prefeitura — garante Eduardo Garcia.

 

HORA DE SANTA CATARINA


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Pesquisa Aponta : Mulheres gordinhas são melhores de Cama do que as magras

Peter Mayle, escritor britânico, morre aos 78 anos

Traficantes são presos pela PM em Guarapuava

Foragida é localizada em Balneário Camboriú depois de postar foto em rede social


Fenômeno ‘arco-íris de fogo’ é flagrado em Caraguatatuba

Fenômeno ‘arco-íris de fogo’ é flagrado em Caraguatatuba


Sou obrigado a pagar os 10% da conta no restaurante?

Sou obrigado a pagar os 10% da conta no restaurante?


Nota de Falecimento

Nota de Falecimento


A história do caminhoneiro que se assumiu crossdresser e roda o Brasil de salto alto

A história do caminhoneiro que se assumiu crossdresser e roda o Brasil de salto alto