Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Carteira de motorista eletrônica valerá a partir de 2018

A carteira impressa continuará valendo e sendo emitida normalmente.


quarta-feira, 26/julho/2017
Carteira de motorista eletrônica valerá a partir de 2018

A partir de fevereiro, entrará em vigor a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A carteira virtual terá o mesmo valor do documento impresso. A diferença é que a versão eletrônica poderá ser acessada por meio de um aplicativo em smartphones. A proposta, do Ministério das Cidades, foi aprovada ontem (25) em reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

“Teremos condições de atender a todos os condutores. Não tenho como informar ainda o valor investido, porque estamos na fase de desenvolvimento. Primeiro, foi a regulamentação, agora vamos passar para o desenvolvimento“, informou o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Coelho Vicenzi.

Com a novidade, os agentes de trânsito também utilizarão o aplicativo na conferência dos dados. Os motoristas apresentação a carteira na versão eletrônica por meio da leitura do QRCode, um código de barras bidimensional que contém as informações e pode ser escaneado.

Vicenzi assegura que as falsificações e os acessos desautorizados serão coibidos. Ele informa que o algoritmo da certificação funciona somente no sistema Lince, do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

A carteira impressa continuará valendo e sendo emitida normalmente.

Passo a passo

Para solicitar a carteira de habilitação eletrônica, o motorista deverá se cadastrar no Portal de Serviços do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Será enviado um link para o e-mailinformado no cadastro, pedindo que o usuário faça login pelo celular do qual acessará o aplicativo. No primeiro acesso, o interessado deverá criar um Número de Identificação Pessoal (PIN), para armazenar os dados com segurança. É necessário que o motorista memorize essa senha, que será pedida em todos os futuros acessos.

Depois dessa etapa, a autenticidade do documento é validada pelos departamentos de trânsito (Detrans) de cada estado, por meio de uma assinatura com certificado digital. Com isso, a CNH é exportada para o celular. Caso o usuário precise bloquear o aparelho, para impedir a exposição de seus dados, ele deve fazer a solicitação também pelo portal.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Blitz dá dicas de segurança aos motoristas na Semana Nacional do trânsito

Justiça condena Volks a pagar R$ 1 bilhão a donos de Amarok no Brasil por ‘dieselgate’

Encontro de Harley-Davidson vai movimentar o feriadão em Foz

Os 10 carros flex mais econômicos no Brasil


PRF leiloa 140 veículos com lances a partir de R$ 1,5 mil

PRF leiloa 140 veículos com lances a partir de R$ 1,5 mil


Superestrutura de iate de luxo é concluída

Superestrutura de iate de luxo é concluída


Ferrari Portofino será o novo modelo mais ‘acessível’ da marca; FOTOS

Ferrari Portofino será o novo modelo mais ‘acessível’ da marca; FOTOS


Segunda edição do Salão Náutico Marina Itajaí registra mais de R$ 40 milhões em negócios

Segunda edição do Salão Náutico Marina Itajaí registra mais de R$ 40 milhões em negócios



CFW Agência de Internet