Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Operários da BMW fumam maconha e causam prejuízo milionário

Planta onde são fabricados os Série 3 e 4 teve o funcionamento interrompido


quarta-feira, 22/março/2017
Operários da BMW fumam maconha e causam prejuízo milionário
Dois operários-montadores da fábrica da BMW em Munique (Alemanha) passaram mal em pleno expediente na manhã do último dia 3 de março.

Segundo o diário alemão Bild, eles aproveitaram uma pausa na linha de montagem de escapamentos para fumar maconha de origem sintética – bem mais poderosa que a erva natural.

Um deles também tinha bastante álcool no sangue, enquanto o outro teria tomado anfetaminas. Ambos acabaram desmaiando, e tiveram de ser atendidos pelo serviço médico, o que obrigou a linha de montagem de Munique (onde são feitos os Série 3 e Série 4) a uma interrupção de 40 minutos.

A interrupção teria provocado um efeito dominó em toda a planta. A BMW afirma que o prejuízo ficou na casa dos cinco dígitos, mas uma estimativa do próprio Bild diz que a interrupção deve ter um custo maior, de mais de 1 milhão de euros. Os dois operários eram de origem polonesa – um já foi demitido, enquanto o outro será realocado. 

A unidade de Munique é uma das maiores da BMW na Europa, com aproximadamente 7.800 colaboradores de 50 países diferentes. Além dos Série 3 e 4, ela também fabrica motores a gasolina e diesel para todo o portfólio da marca.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da Quatro Rodas.


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Confira os carros mais seguros de 2017, após teste de colisão

Milionária russa cobre Lamborghini com 1,3 milhão de cristais Swarovski

Renovada, Honda Biz completa 20 anos em 2018

Navegação e venda de lanchas devem crescer neste verão


Lançamento da NáuticaSC acontece neste sábado em Itajaí

Lançamento da NáuticaSC acontece neste sábado em Itajaí


Ford abre pré-venda do Mustang por R$ 299.900

Ford abre pré-venda do Mustang por R$ 299.900


Bons de revenda! Estudo aponta os carros com as menores depreciações no Brasil

Bons de revenda! Estudo aponta os carros com as menores depreciações no Brasil


Ferrari 250 GT de 1959 pode alcançar R$ 54 milhões em leilão

Ferrari 250 GT de 1959 pode alcançar R$ 54 milhões em leilão